tributação das opçoes binarias quero operar como trader home broker xp investimentos day trade grafico blue trade xp investimentos forex high frequency trading signals indicator vale a pena investir 1100 00 no trader qual o momento de pico das opções binárias programa para análise gráfica opções binárias forex price action re-entry trading strategy opções binárias l robô de opções binárias cambial operador de olymp trade o que quer dizer delay em opções binárias operar um hora da madrugada day trader opções binárias olymptrade forex day trading routine empresas que investem seu dinheiro em day trade
Home NotíciasPolicia Integrantes de rede de exploração pagavam R$ 20 para aliciar menores em Campo Alegre

Integrantes de rede de exploração pagavam R$ 20 para aliciar menores em Campo Alegre

Por Alagoas Brasil Noticias

 

A Polícia Civil já identificou seis suspeitos de integrarem um esquema de exploração sexual de menores na cidade de Campo Alegre, no Agreste do estado. Os suspeitos tem idades entre 60 e 80 anos e praticavam os crimes a pelo menos quatro anos.

O esquema veio à tona após familiares e vizinhos de duas vítimas procurarem o Conselho Tutelar do município de denunciar o caso. Segundo o delegado Alexandre César dos Santos, o órgão entregou à PC um relatório detalhado sobre o crime e em outubro foi iniciada a investigação.

Até agora seis suspeitos de integrarem o esquema já foram identificados, mas a polícia não descarta que mais pessoas estejam envolvidas e também acredita que o número de vítimas pode ser maior.

“Por enquanto duas vítimas já foram identificadas e confirmaram os abusos sofridos. Hoje elas tem 12 anos, mas afirmam que eram abusadas sexualmente desde os oito anos. Hoje elas estão sob proteção do estado e recebendo acompanhamento psicológico. Ainda vamos ouvir mais algumas pessoas para poder concluir o inquérito”, explicou o delegado Alexandre César.

O esquema, segundo explicaram as vítimas ao delegado, se dava da seguinte forma: as crianças eram aliciadas para realizar serviços domésticos na residência dos suspeitos. Ao chegar lá, elas recebiam entre R$ 10 e R$ 20 para manter relações com os suspeitos. As vítimas eram abusadas por todos os seis suspeitos, de forma individual, confirmou a polícia.

“Eles moram na cidade e se conhecem, mas por conta da idade estão soltos. Com a conclusão do inquérito iremos remeter à Justiça e ao Ministério Público para que eles deem continuidade ao processo”, concluiu.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário