sinais opções binárias telefram piscine opções binárias como operar mercado futuro com meta trade 5 a2 trader vale a pena investir trader investimento italo verrisimo trader btc investing forex trading 101 youtube forex social trading opçoes binarias fora do horario opções binárias robo criar sinais de opções binárias itm a força do gráfico de 1 minuto em opções binárias operar ações trade curso download os melhores pa de moeda para investir em opçao binaria binou investimento forbes opções binarias opções binárias em portugal e proibido
Home Alagoas “Acabamos com um problema de saúde pública e crime ambiental”, disse prefeito Cacau durante fechamento do lixão

“Acabamos com um problema de saúde pública e crime ambiental”, disse prefeito Cacau durante fechamento do lixão

Por Alagoas Brasil Noticias

 

“Vamos iniciar uma nova história em Marechal Deodoro, cuidando do meio ambiente e da saúde do povo deodorense”. Com essa fala, o prefeito Claudio Filho Cacau, junto a autoridades estaduais e municipais, fechou o lixão do município, em um ato realizado na manhã desta sexta-feira (13). O lixo recolhido em toda cidade será destinado a Central de Tratamento de Resíduos Sólidos (CTR) na cidade do Pilar, região metropolitana de Maceió.

O encerramento dos serviços do lixão de Marechal Deodoro foi determinado pela Secretaria de Meio Ambiente, Saneamento, Agricultura, Pesca e Aquicultura (SEMMA) após ser constatado que a prática causa impactos ao meio ambiente e danos sociais. Na solenidade, o acesso ao lixão foi interditado com correntes,e placas com informes sobre a proibição de depósitos de resíduos no ambiente, foram afixadas. A partir de agora, fica terminantemente proibido depositar qualquer material no local. Caso seja desrespeitado, será arbitrada uma multa no valor que varia entre R$ 500 e mais de R$ 1 milhão.

“Hoje vivemos um momento histórico em Marechal Deodoro. O lixão era um problema que se arrastava há anos. Por diversas vezes, os funcionários da cooperativa que fica ao lado tiveram que ir para a emergência por terem inalado a fumaça tóxica da combustão do lixo. Então além de acabar com um crime ambiental, o fechamento do lixão previne um problema de saúde pública”, disse o prefeito.

O secretário de MeioAmbiente, Mateus Gonzalez, explicou que o local será recuperado e avaliou as possibilidades estudadas para a reutilização dos resíduos existentes. “Uma das alternativas para a reutilização desse espaço e do material que há nele, inclusive que já foi solicitado o estudo, é a construção de um campo de energia solar. Colocando em prática essa ideia, conseguimos produzir energia renovável, que creditada à energia do município abate no consumo, gerando diminuição nos gastos”, disse o secretário.

Além disso, o secretário falou da destinação correta do lixo e da importância que a ação tem para o município. “É um grande passo, porque são muito poucos os municípios do país que têm os resíduos destinados para CTRs. A maioria não dá a destinação correta e causa uma série de danos para a população, danos à saúde pública e o meio ambiente”, disse o secretário.

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), Alexandre Ayres, reforçou a importância de ações de educação ambiental e do incentivo da coleta seletiva. “É muito importante conscientizar a população, realizar ações como esta e trabalhar a educação ambiental das pessoas. Além disso, o resíduo que vai para os lixões é justamente aquele que não serve mais. Se o município investir na coleta seletiva, muitas pessoas conseguirão gerar renda com os recicláveis e só será descartado aquilo que realmente não tem condição de reutilização, aumentando a vida útil dos aterros sanitários”, afirmou Ayres.

VIDA MAIS DIGNA

Durante a solenidade, o prefeito Cacau, conversou com os catadores que sobrevivem da venda de materiais retirados no lixão. No local, o prefeito deixou marcad uma reunião com representantes da categoria, quando serão discutidas políticas públicas e subsídio para tornar a vida dos catadores mais digna e com mais oportunidades de emprego e renda.

“Nós temos famílias que dependem dessa situação que nós vemos aqui, e essas famílias não serão abandonadas pela gestão. Convidei todas elas a irem segunda-feira para o gabinete para acharmos a solução para que as famílias tenham o sustento digno, honesto, como eles merecem ter. Faremos um governo falando menos e fazendo mais. Essa será a cara da nova Marechal” afirmou o prefeito.

O vice-prefeito, Walter Avelino, ressaltou o resgate da autoestima dos deodorenses. “Tenho muito orgulho em ver, que depois de tantos anos, com quinze dias de governo, estamos fazendo uma gestão que se preocupa com o deodorense. É uma nova Marechal”, disse.

Após o fechamento, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente vai iniciar o projeto de implantação da coleta seletiva, regularizando a destinação do lixo reciclável, incentivando a formação das cooperativas e associações de catadores. Com a coleta seletiva, os catadores irão receber apenas os produtos que precisam. A ideia já está em negociação com a empresa responsável pelo recolhimento do lixo, para que faça a coleta seletiva e que tentem inserir a categoria neste processo.

O ato foi prestigiado pelo diretor-presidente do Instituto de Meio Ambiente (IMA), Gustavo Lopes, o deputado estadual Sérgio Toledo e o presidente da Câmara de Vereadores de Marechal Deodoro, André Luiz Bocão, além de outros vereadores e secretários municipais.

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário