estratégia de analise probabilistica opçoes binarias como operar na active trader day trade como operar como operar 1 ponto no day trade pdf de como operar no trader quantos mil um trader opera melhor intervalo de tempo para operar day trade pelo gráfico quais as garantias para operar so swing trade clear operar day trade na clear meta metatrader 5 irrf operação swing trade trade development and co-operation agreement tdca irpf2019 como declarar corretamente operações com day trade mini índice ex trader investimentos de londres opçoes binarias wallpaper curso de price action opções binárias.pdf renda variável operações comuns day-trade irpf investidor day-trade operação em bok
Home NotíciasPolitica Embate entre Rollemberg e distritais sobre tarifas será decidido na Justiça

Embate entre Rollemberg e distritais sobre tarifas será decidido na Justiça

Por Alagoas Brasil Noticias
 
O embate entre o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) e os deputados distritais tornou-se mais evidente, ontem, durante a votação do projeto de decreto legislativo que suspendeu, por 18 votos a 0, os reajustes no valor das passagens do transporte público brasiliense. Momentos após receber uma enxurrada de críticas dos parlamentares — Bispo Renato Andrade (PR) chegou a afirmar que “se deixar Brasília nas mãos de Rollemberg, a capital vai acabar” —, o chefe do Executivo local contra-atacou: “A irresponsabilidade fiscal da Câmara Legislativa contribuiu para que Brasília esteja vivendo a maior crise econômica da história.”
 
Na prática, porém, a tarifa das viagens mantém-se inalterada e só voltará aos valores antigos após a publicação da resolução no Diário Oficial do Distrito Federal. O prazo é de 15 dias, tempo suficiente para o GDF recorrer à Justiça e tentar manter os aumentos de até 25% para ônibus e metrô.
 
Após o término da sessão extraordinária, no entanto, o presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT), afirmou que arriscaria um acordo com Rollemberg para evitar a batalha judicial. “Não acredito que o Executivo local recorra à Justiça, porque penso que haverá bom senso. Toda vez que temos a judicialização da política, ou uma politização da Justiça, coisas ruins acontecem”, desafiou.
 
Enquanto isso, no Palácio do Buriti, na contramão das expectativas do pedetista, o governador ressaltou que, conforme adiantado em oportunidades anteriores, acionará o Tribunal de Justiça do DF e dos Territórios (TJDFT). “A Procuradoria-Geral do DF analisará quando recorreremos ao Judiciário. O decreto é uma prerrogativa do poder Executivo; uma medida de caráter administrativo. Portanto, aguardamos uma decisão favorável. A revisão tarifária é importante para garantir a sustentabilidade do transporte coletivo”, reforçou.
 
Além disso, Rollemberg classificou a medida do Legislativo local como “ilegal, abusiva e completamente desconectada com a realidade financeira do Distrito Federal e do Brasil”. Sem meias palavras, o líder do governo não poupou críticas aos parlamentares: “A Câmara Legislativa tem se destacado por tomar medidas que criam despesas, sem apontar a origem da receita, contribuindo para o desequilíbrio econômico de Brasília.”

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário