Anadia/AL

4 de dezembro de 2021

RÁDIO ABN NEWS

Anadia/AL, 4 de dezembro de 2021

EDMILSON TEIXEIRA – Canapi, outra vez !

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 14 de janeiro de 2017

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
EDMILSON TEXEIRA - BLOG 218X150

Sindicato dos Servidores de Canapi acusa o ex-prefeito, Celso Luiz (PMDB) de se envolver em mais um esquema de roubalheira na Prefeitura. Diante do extrato bancário do mês passado, onde mais de R$ 7,5 milhões entraram oriundos de precatórios do Fudeb, o Sindicato afirma que esses valores foram depositados em diversas contas de empresas suspeitas e de pessoas físicas com valores altíssimos. Entre as pessoas físicas, aparece o nome do “manda-chuva” da região, Celso Luiz, que teve o “privilégio” de obter 19 depósitos de R$ 10.657.61  totalizando R$ 202.494.52.

Canapi – vice

O timoneiro de todo esse esquema criminoso é o vice-prefeito, Vieira do Povão (PT do B), que estava à frente da Prefeitura durante os últimos cinco meses da gestão passada, por conta justamente do afastamento de Celso Luiz, que segundo a Polícia Federal durante a “Operação Triângulo das Bermudas” em dezembro de 2015, teria desviado misteriosamente, mais de 10 milhões dos cofres públicos; dinheiro também do Fudeb.

Cadeia

O Sindicato dos Servidores de Canapi fez um amplo relatório do referido crime e já encaminhou para o MPF, MPE/AL, Gecoc, Tribunal de Contas de AL e Polícia Federal, cujas investigações começaram na quarta-feira desta semana, conforme publicação no Diário Oficial do Estado, da portaria de 001/2017 da Promotoria de Mata Grande/AL. “Queremos cadeia para essa bando” disse indignado um dirigente sindical.

Milionário

“Detalhe é que os R$ 7,5 milhões estavam até então bloqueados por determinação do Tribunal de Contas de Alagoas, justamente por desconfiança do grupo que estava no poder; só em dezembro agora, houve o desbloqueio, a fim de que o dinheiro fosse destinado exclusivamente para o pagamento de despesas enquadráveis à Legislação do Fundeb, o que pouco se viu com o referido valor milionário”, comentou o dirigente sindical, que pediu para manter seu nome em sigilo.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter