Anadia/AL

27 de novembro de 2021

Anadia/AL, 27 de novembro de 2021

Justiça impede aumento salarial do prefeito de Quebrangulo, Marcelo Lima

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 18 de janeiro de 2017

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
verea
Vereador Emanoel Cardoso de Albuquerque (PSDB) deu entrada numa ação popular
Marcelo Lima administra o município de Quebrangulo e sofreu um revés sobre aumento salarial
O início de mandato nos municípios alagoanos conta com uma série de debates e contestações, principalmente com o argumento de que a crise econômica tem complicado as finanças municipais.

Com base nesse argumento, o vereador de Quebrangulo, Emanoel Cardoso de Albuquerque (PSDB), deu entrada numa ação popular para barrar o aumento salarial concedido pela Câmara de Vereadores no final do ano passado ao prefeito eleito, Marcelo Lima (PMDB), bem como de sua vice, Andreia Maia.

O resultado da contestação junto à Justiça saiu na última terça-feira (17) quando a juíza de Quebrangulo, Luana Cavalcante de Freitas, determinou a suspensão dos salários. A magistrada confirmou em sua decisão que houve violação à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e à Lei Orgânica do Município.

O vereador Emanoel Cardoso de Albuquerque  explicou que a Câmara Municipal não obedeceu aos ritos legais.

“Não se deu publicidade ao fato, não se discutiu a matéria”, criticou Emanoel Cardoso. Pelo projeto, o subsídio do prefeito pularia de R$ 12 mil para R$ 18 mil, e o da vice-prefeita, esposa de Marcelo Lima, passaria de R$ 6 mil para R$ 9 mil. Já os salários dos vereadores seriam mantidos em R$ 2.200,00.

“Em uma época de crise financeira nos municípios, é um absurdo que dias antes de assumir o mandato o prefeito esteja pensando em aumentar seu próprio salário”, enfatizou o vereador tucano.

A juíza intimou o presidente da Câmara Municipal e o próprio Marcelo Lima para o cumprimento da decisão, sob pena de multa pessoal e diária pelo seu descumprimento, alem da aplicação das penalidades do crime de desobediência.

A reportagem da Tribuna Independente tentou manter contato com o atual prefeito do município, Marcelo Lima, para tratar da decisão judicial que suspendeu o aumento salarial para o Executivo, no entanto, não houve êxito.

O vereador, por sua vez, acredita que a decisão da Justiça corrige um situação que fere a legislação promovida pela Câmara Municipal.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter