xp investimentos trader expert melhor operadora de trader como saber a hora de entrar na operação day trade blue trade invest franca e possivel baixar arquivo para operar no meta trader 5 opções binárias de 100 a 1000 como operar trade stop na binance videos de como operar na olymp trade forex factor investing swing trade qual corretora de opções binárias utiliza o número 34 aplicativo da iq não tem opções binárias market maker forex trading loan for forex trading australia automatizar trader opções binárias forex broker automated trading horario de negociação de opções binárias anton kreil forex trading
Home NotíciasSaúde Sites mostram o ’antes e depois’ de viciados em drogas

Sites mostram o ’antes e depois’ de viciados em drogas

Por Alagoas Brasil Noticias

ABN – 30/01/2017 | 06:37 | Bored Panda/Adaptação Incrível

As drogas são muito mais poderosas do que imaginamos.

Hoje, por meio de histórias reais, mostraremos os efeitos de algumas delas no organismo. Elas provam que a melhor maneira de superar um vício é ter força de vontade, tranquilidade para vencer um dia de cada vez e contar com a ajuda de pessoas queridas.

Os sites Bored Panda e Incrível uniram essas histórias e divulgaram essa semana o oposto de quem consegue sair do mundo das drogas, veja:

Quatro anos sem heroína e anfetamina
Dejah Hall, de 26 anos, compartilhou a sua história no seu Facebook: “Hoje faz quatro anos que não consumo heroína e anfetamina. A foto da esquerda foi tirada no dia em que eu fui presa. Felizmente, no mesmo dia, me encontrei com Deus. Com a ajuda Dele, hoje acabei a faculdade e espero algum dia poder trabalhar como pregadora em uma prisão. Tenho um lindo filho de um ano e meio e a cada dia eu agradeço a Deus por ter conseguido superar as drogas”.
10 anos sem metanfetamina
Esta garota se lembra dos tempos em que era viciada como o período mais difícil da sua vida. “Tinha apenas 19 anos. Achava que era a melhor do mundo. Pesava apenas 45 kg e me comportava muito mal. Roubava meus amigos e minha família. Mentia e causava muita dor às pessoas mais importantes na minha vida“. Desde que deixou as drogas, a vida dela mudou completamente. ”Hoje, eu não preciso mais ficar em clínicas de reabilitação. Já não sou quem eu era há 10 anos. Sou uma pessoa forte, completa e orgulhosa de mim”.
Oito meses sem heroína
No seu Instagram, esta garota escreveu “Oito meses maravilhosos sem drogas. Nunca havia aguentado tanto tempo. Desta vez, eu realmente quero que dê certo de verdade”.
Dois anos e três meses sem heroína
Ela foi levada a um centro para dependentes químicos pela decisão do juiz responsável pela custódia da filha. “Ele me acusou de desacato e me mandou a uma prisão até encontrar uma maneira melhor de me ajudar. Da prisão, fui levada ao melhor centro para dependentes químicos do Estado. A luta contra o vício não foi fácil, mas, agora, o pesadelo ficou no passado”, compartilhou.
Seis anos sem anfetamina
Shannah Echols-White admite: “Ainda tenho a foto da esquerda para me lembrar até onde me levou o meu vício. Me sentia completamente acabada. Quando olho para a foto da direita, penso: Eu consegui! Hoje, celebro a vida. São seis anos sem drogas. Se você ainda vive neste pesadelo, quero que saiba que a esperança sempre existe. Você também pode superar o seu vício e viver uma vida normal. NUNCA é tarde para começar”.
Seis anos sem cocaína e heroína
Nas fotos, vemos o fotógrafo Graham MacIndoe. É assim que ele se lembra de como lutou contra esse problema: “Quando você é um viciado, sente que jamais poderá ter uma vida normal. Isso não é verdade. Não é fácil, mas é possível. Sim, a sua vida jamais será como antes, mas sempre há espaço para novas conquistas, descobrimentos e mudanças radicais. Isso foi o que aconteceu comigo. Minha percepção mudou muito. Nunca fui uma pessoa má ou egoísta, mas, hoje, vejo as pessoas e a humanidade com outros olhos. Tenho vontade de viver”.
Três meses e meio sem drogas
Esta garota se chama Vanessa. Ela reconhece que, por causa do vício e de uma dor constante, pensou muitas vezes em cometer suicídio. Felizmente, encontrou forças para superar o vício e procurou ajuda. “Hoje, estou cercada de mulheres fortes, trabalho com um tutor e sigo suas recomendações. Um estilo de vida sóbrio tem uma série de vantagens. Lute e jamais desista, um milagre pode acontecer!”, afirma ela.
Seis anos sem derivados do ópio
Para este garoto, a luta também não foi fácil. “Meu processo de reabilitação parecia um inferno. Me sentia mal mesmo com a dose de metadona que me davam. Passei a primeira semana na prisão, o resto do tempo estive com a minha mãe, sempre em posição fetal“, compartilhou ele. Apesar disso, disse, o resultado valeu a pena. ”Se você está lutando contra um vício, jamais deve se render. Acredite em mim, você não imagina como, após o processo, a sensação é maravilhosa. Acordar de manhã e não pensar onde conseguir drogas. Isso não tem preço”.
Um ano sem heroína
Alyssa Gaudinier começou a consumir heroína aos 14 anos. Hoje, com 20 anos, ela trabalha como professora de crianças. Estas são as lembranças da época em que ela era viciada: “Ouvimos o tempo todo histórias sobre os perigos das drogas, mas isso, infelizmente, desperta interesse em muita gente“. A reabilitação foi a ajuda de que ela precisou para voltar à vida normal. ”Agora, já não sinto mais o desejo insuperável de sair e fazer coisas ou ser alguém que eu não sou. Posso ser eu mesma”.
Cinco meses sem cocaína, heroína e êxtase
Como muitos outros viciados em drogas, este garoto acabou na prisão. Ele foi julgado três vezes por infrações leves e três por infrações graves. As acusações de duas das infrações graves foram retiradas e uma foi considerada ’delito administrativo’. Hoje, ele está em reabilitação em Baltimore. “Estou aqui desde que saí da prisão. Minha vida está ficando mais estável. Sei que cinco meses não são muito tempo, mas, para mim, é uma grande conquista. Nunca havia aguentado tanto tempo. Ainda tenho um longo caminho a percorrer”, admite ele.
Cinco anos sem heroína
Jeanette Fidler foi parar na cadeia muitas vezes por roubar pessoas em academias e spas. Ela acabou sendo proibida de entrar em todas as academias da Grã Bretanha. Apesar das 174 acusações, conseguiu ser liberada da prisão para entrar em um programa de reabilitação. Hoje, seu vício ficou no passado. Há cinco anos ela não consome drogas.
13 anos sem drogas
Este homem se chama Khali Rafati. Ele viveu durante muito tempo uma vida infernal, lutou contra a heroína e vivia sem um centavo no bolso. Hoje, ele é dono de uma empresa de sucos naturais e tem como clientes muitos famosos de Hollywood. As fotos são a prova de que é possível sair das drogas e viver uma vida saudável e feliz.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário