opções binárias e forex forex high frequency trading signals indicator vale a pena contratar um trader para investir meu dinheiro uk maritime trade operations ukmto securuty opções binária onde abrir uma conta eudes opções binárias olymp trade opções binarias robô para opções binárias grátis melhores acoes para investir na opcao binaria operar na mesa trader investimento com olymp trade e seguro youtube cristiano barros opções binárias best forex trading signals provider investimentos que oferecem melhores opçoes de juros opções binárias é sorte commodities forex trading como analisar a probabilidade opções binárias
Home Alagoas Procurador pede a prisão de juiz suspeito de cobrar R$ 200 mil por decisão

Procurador pede a prisão de juiz suspeito de cobrar R$ 200 mil por decisão

Por Alagoas Brasil Noticias

Magistrado foi afastado do cargo e, por decisão unânime do CNJ, perdeu todas as regalias –  Por Jonathas Maresia|Portal Gazetaweb.com / ABN – Atualizado – ás 19:15Juiz é suspeito de cobrar por decisão tem a prisão solicitada pelo MPE

O procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça, denunciou e pediu a prisão do juiz de Direito Léo Denisson Bezerra de Almeida pelos crimes de corrupção passiva e organização criminosa. A solicitação foi protocolada na presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) nessa segunda-feira (30). O magistrado encontra-se afastado do cargo por decisão unânime do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em sessão realizada em outubro de 2016.

No ano passado, o pleno do CNJ propôs a instauração do Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar condutas imputadas ao juiz, caracterizadoras de possíveis infrações disciplinares, como a solicitação de vantagem indevida na ordem de R$ 200 mil para decidir pela soltura de um preso, e do recebimento de pagamento mensal em torno de R$ 50 mil para atuar em favor do ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus (PMDB). 

À época que o PAD foi levado ao plenário, o afastamento do magistrado deu-se por unanimidade. Inclusive, Léo Denisson teve suspensas as vantagens decorrentes do cargo, ressalvado o auxílio-moradia, até o final dos procedimentos que ainda são realizados pelo Conselho Nacional de Justiça. 

A solicitação do procurador encontra-se sob segredo de Justiça e a reportagem não teve acesso à íntegra do documento. Por meio da assessoria de imprensa, o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) informou que até o momento não chegou ao gabinete da presidência nenhuma solicitação no sentido de prender o magistrado que está afastado. O Poder Judiciário só deve se manifestar sobre o caso após ser comunicado oficialmente. 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário