como usar o investing.com para operar opções binarias gerenciamento de risco opções binárias quais meses nao operar opçoes binarias segredo das opções binarias como saber o sentido da operação trade erro mg17 operação em desacordo clear trade social forex trading australia indicador online opçoes binarias best forex trading estrategies trading system opções binárias start forex trading with ganhei 40 mil em 22 dias com opçoes binarias day trade ao vivo aprenda a investir na bolsa a melhor estratégia de opções binárias tryd trader operando quem mexe com opçoes binarias e forex pode ficar rico qual a melhor corretora de opcoes binarias
Home Municípios Júlio Cezar tem que descer do palanque, domar a vaidade e corrigir as falhas

Júlio Cezar tem que descer do palanque, domar a vaidade e corrigir as falhas

Por Alagoas Brasil Noticias

O prefeito de Palmeira dos Índios precisa parar de discursar e assumir de fato a gestão administrativa <> Por Geovan Benjoino <> Atualizado 04/02/2017 ÁS 18:29

O prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar vai ter que descer do palanque, rever sua postura, fazer uma autocrítica e corrigir falhas que cometeu nesse ínfimo período em que está à frente do executivo do município.

Empolgado, convicto de que está certo e, sobretudo embriagado de vaidade, Júlio Cezar privilegiou grupos caronistas, ignorou aliados de primeira hora quando o “cavalo não estava selado” e o “bonde” parado.O prefeito usa a mídia para discursar e produzir falácia e se autopromover como se estivesse numa passarela querendo atrair para si a atenção de tudo e de todos.Até uma simples pintura da prefeitura é repercutida pela gestão como se fosse algo milagroso, extraordinário; como se o novo visual proporcionasse mudanças de vida. O que produz mudanças de vida é a execução de políticas públicas efetivas em áreas vitais da administração, como saúde, educação, moradia, trabalho, segurança, esporte e cultura, entre outras.Júlio Cezar tem que falar menos e trabalhar mais. Sei que Ele nem esquentou a cadeira de prefeito, pois apenas se passou um mês do governo municipal. Também não posso ignorar sua inteligência, determinação e força de vontade. Não é esse aspecto que eu estou me referindo.

DISCÍPULO SUPERA O MESTRE

Adepto do estilo cordeirista, o qual valorizava a aparição pública pessoal e destacava o marketing político-administrativo, Júlio Cezar superou o então prefeito de Palmeira dos Índios Albérico Cordeiro, que era vaidoso, individualista, personalista e concentrador em termos de visibilidade política e midiática. O discípulo superou o mestre. Júlio Cezar em trinta dias apareceu mais do que o prefeito Cordeiro durante os oitos anos de dois mandatos.

Júlio Cezar quer ser onipresente e onipotente. Ele quer estar presente física e simultaneamente em todos os acontecimentos e também resolver todas as demandas coletivas e administrativas ao mesmo tempo. Júlio Cezar prometeu realizar sonhos coletivos. Ele pensa que pode tudo, mas a realidade o impede de resolver todos os desafios. Ninguém resolve tudo porque somos mortais e factíveis mesmo tomados pela vaidade e por uma ilusória autossuficiência.

Agradar a todos ao mesmo tempo é fracassar irremediavelmente conforme ressaltou John Kennedy, que presidiu os Estados Unidos da América do Norte.

Gerir município não é tarefa fácil. Os desafios são permanentes e imensuráveis exigindo diariamente do gestor inteligência, abnegação, honestidade, humildade, transparência, objetividade, independência e coragem.

O cargo de prefeito não está imune às críticas. Faz parte de sua natureza observações pertinentes. Afinal, cargo público não é propriedade particular nem patrimônio unilateral.

Santo Agostinho disse que as críticas corrigem; os elogios corrompem. O general Álvaro Obregon, que presidiu o México de 1920 a 1924 enfatizou que não tinha medo dos inimigos que o criticavam, mas dos amigos que o bajulavam.

Abraham Lincoln disse também que só tem direito de criticar que tem vontade de ajudar.

Torço pelo sucesso administrativo do prefeito Júlio Cezar mesmo parecendo paradoxo eu criticar publicamente sua postura até então.

Criticar é democrático e salutar. Prefeito que tem discernimento sabe distinguir a crítica da calúnia.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário