como aplicar em opções binarias o que se deve olhar antes de operar day trade estrategias iq option opções binárias kija invest trade no brasil free simulation of a trade forex operation forex trading pairs liquid e possivel baixar arquivo para operar no meta trader 5 opções binárias natal rn como investir trader esportivo b2c brasil trader duracao investimento robo q opera na olype trade opções binárias para quando está em tendencia da para operar trader esportivo in loco no estadio quero trabalhar como trader em um banco de investimentos opções binárias corretoras brasil o trado mecanico exige 3 operadores youube opçoes binarias
Home NotíciasEsportes CRB vence CSA por 2 a 1 e assume liderança do Grupo D do Nordestão

CRB vence CSA por 2 a 1 e assume liderança do Grupo D do Nordestão

Por Alagoas Brasil Noticias

Por Paulo Victor Malta <>  Atualizado  ABN <>  05/02/2017 – 21:21 <> THN1

O primeiro Clássico das Multidões do ano foi conquistado pelo CRB. O Galo derrotou o CSA por 2 a 1 neste domingo (5), no Estádio Rei Pelé. Danilo Pires aos nove minutos do primeiro tempo e Sérgio Mota aos 39 marcaram para o Regatas; Alex Henrique descontou para o CSA aos 14′ do segundo tempo. O jogo é válido pela segunda rodada do Grupo D da Copa do Nordeste. 

A vitória deixou o CRB na liderança do Grupo D com quatro pontos.  

Galo mortal

Com emoção e gol. Foi assim que começou o Clássico das Multidões. Everton Heleno apresentou o cartão de visita logo aos dois minutos em cobrança de falta. Juliano precisou intervir para evitar o gol.

Bem distribuído no meio-campo, o Regatas assustou com Maílson aos sete. O atacante sobrou em cima de Denílson, finalizou em cima da zaga e ganhou escanteio. Na cobrança, Danilo Pires recebeu passe em posição irregular e anotou o primeiro gol do jogo. A arbitragem não viu impedimento e validou o gol. 

Com Yuri, Sérgio Mota e Danilo Pires, o Alvirrubro praticamente ganhou todas as jogadas no meio-campo. Apagados, Cleyton, Didira e Alex Henrique pouco produziram.

O CSA voltou a incomodar Juliano com Everton Heleno, mas sem perigo. O Azulão quase chegou ao empate pelo alto. Didira bateu escanteio e viu Thales cabecear sozinho para fora.

As investidas do time marujo continuaram, desta vez com Rayro, que invadiu a área e chutou cruzado, tirando tinta da trave de Juliano. Sem hesitar, o CRB marcou o segundo aproveitando a má atuação defensiva do lateral-direito Denílson.

Maílson novamente passou com facilidade pelo corredor e tocou para Sérgio Mota. O meia soltou a bomba, venceu Jeferson e foi comemorar com a galera. 

Vitória regatiana

O CSA voltou para a segunda etapa com Thiago Potiguar na vaga de Cleyton. O time ganhou velocidade e agressividade no ataque, mas quem chegou na boa foi Neto Baiano.

O atacante cabeceou sozinho para defesa de Jeferson. O gol azulino saiu aos 14′. Thiago Potiguar puxou contra-ataque, a defesa do Galo falhou e Alex Henrique marcou.

O Azulão cresceu na partida e assustou com Didira e Daniel Cruz. Cansado fisicamente, o Regatas passou a jogar no contra-ataque. Mailson foi acionado por Clebinho, fuzilou a meta maruja e obrigou Jeferson a trabalhar.

Quando Canindé trocou Daniel Cruz por Kelvin, o CSA perdeu forças, ficou sem referência e se desorganizou em campo. O último lance de perigo foi do CRB. Diego carimbou a trave de Jeferson em cobrança de falta. O terceiro gol não saiu, mas a vitória no primeiro Clássico das Multidões ficou com o Galo. 

Ficha técnica

CRB

1- Juliano
2- Marcos Martins
3- Flávio Boaventura
4- Gabriel
6- Diego
5- Adriano
8- Danilo Pires (20- João Paulo, aos 28′ do 2º tempo)
7- Yuri (15- Jorginho, aos 37′ do 2º tempo)
10- Sérgio Mota (17- Clebinho, aos 21′ do 2º tempo)
9- Neto Baiano
11- Mailson 

Técnico: Léo Condé

Banco: 12- Bruno, 13- Audálio, 14- Adalberto, 15- Jorginho, 16- Jefferson Recife, 17- Clebinho, 18- Jocinei, 20- João Paulo, 21- Maxwell e 22- Edson Ratinho.

CSA

1- Jefferson
2- Denílson
3- Leandro Souza
4- Thales
6- Rayro
5- Panda
8- Everton Heleno (16- Marcos Antônio, aos 13′ do 2º tempo)
7- Cleyton (22- Thiago Potiguar, intervalo)
10- Alex Henrique
19- Didira 
9- Daniel Cruz (20- Kelvin, aos 32′ do 2º tempo)

Técnico: Oliveira Canindé

Banco: 12- Mota, 13- Celsinho, 14- Lucas Silva, 15- Matheus Lima, 16- Marcos Antônio, 17- Dawhan, 18- Serginho, 11- Geovani, 20- Kelvin, 21- Giancarlo e 22- Thiago Potiguar.

Cartão amarelo

CRB: Neto Baiano.

CSA: Didira, Alex Henrique, Denílson e Leandro Souza. 

Arbitragem

Árbitro: Emerson Luiz Sobral (CBF/PE); 

Auxiliar 1: Clovis Amaral da Silva (CBF/PE);

Auxiliar 2: Cleberson do Nascimento Leite (CBF/PE);

4º árbitro: Júlio César Ferreira Farias (CBF/AL).

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário