Home NotíciasEsportes CSA é goleado pelo Sport no Rei Pelé e está fora da Copa do Brasil

CSA é goleado pelo Sport no Rei Pelé e está fora da Copa do Brasil

Por Alagoas Brasil Noticias

Por Paulo Victor Malta  09/02/2017 <> Atualizado ABN ÁS 06:49 

O Centro Sportivo perdeu para o Sport por 4 a 1 na noite desta quarta-feira (8), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, e deu adeus à Copa do Brasil. Rithely marcou um golaço aos 13 minutos da primeira etapa, Alex Henrique igualou aos 32′. Everton Felipe anotou aos 5′ do segundo tempo e Rogério ampliou aos 15′. A partida valeu pela primeira fase da competição. O Portal TNH1 e a Rádio Pajuçara FM Maceió 103,7acompanharam a partida. 

O Leão agora enfrenta o 7 de Setembro-MS na segunda fase da Copa do Brasil. A CBF vai sortear o mando de campo.

O Azulão se concentra agora na Copa do Nordeste. O próximo desafio é contra o Itabaiana no sábado (11), às 16h (horário de Alagoas), no Estádio Rei Pelé. O jogo é válido pela terceira rodada do Grupo D. 

Entenda o regulamento

De regulamento novo, a competição agora é decidida em jogo único nas duas primeiras fases. O time melhor ranqueado na Confederação Brasileira de Futebol joga como visitante e tem a vantagem do empate para se classificar na fase inicial. Na segunda fase, em caso de empate, a decisão vai para os pênaltis. 

As rendas líquidas dos jogos das duas primeiras fase, que têm apenas uma partida, serão divididas. A renda do jogo será distribuída em 60% para o time classificado e 40% para o eliminado, independente de quem seja o mando. 

Lá e cá

O Sport entrou em campo disposto a vencer. A formação ofensiva de Daniel Paulista aproveitou as falhas do time da casa e abriu placar aos 13′. Everton Heleno patinou na hora de afastar a bola na entrada da área, Rithely não quis saber de brincadeira e soltou uma bomba. A redonda foi no ângulo, sem chances para Jeferson. O Leão quase amplia com Everton Felipe. O jogador finalizou após cruzamento e viu goleiro marujo defender com a perna direita. Nervoso em campo, o Azulão não se encontrava com Daniel Cruz atuando na meia-direita e Alex Henrique de centroavante. 


(Foto: Pei Fon / Portal TNH1)

Aos 32′, Everton Heleno se redimiu em cobrança de falta. O camisa 8 caprichou, obrigou Magrão a praticamente tirar a bola em cima da linha. No rebote, Alex Henrique se enrolou completamente com o gol aberto e sem goleiro, mas foi o suficiente para a bola ultrapassar a linha e o bandeira validar o empate. Leandro Pereira ainda assustou Jeferson em chute pela esquerda, mas o placar terminou igual. 
Leão classificado

Canindé voltou para o segundo tempo com Giancarlo na vaga de Alex Henrique. Daniel Cruz continuou atuando como meia. Decidido a matar a partida, o Sport foi cirúrgico. Everton Felipe chamou Rafinha para dançar, passou e chutou. A bola desviou em Douglas e encobriu Jeferson. O gol desnorteou o CSA. Os pernambucanos continuaram melhor em campo e ampliaram aos 16′. Everton Felipe acionou Rogério, que ganhou de Leandro Souza e venceu Jeferson, anotando o terceiro.

O técnico marujo foi para o tudo ou nada e trocou os volantes Panda e Everton Heleno por Geovani e Cleyton. A ofensividade rendeu uma única oportunidade clara de gol. Após sobra na área rubro-negra, Cleyton tentou sair da marcação, baixou a cabeça e não viu Giancarlo e Potiguar livres na frente de Magrão. A finalização foi em cima da zaga. Diante de um adversário desorganizado taticamente e muito exposto, o Leão fez o quarto com Thalysson. O placar só não foi maior porque Jeferson trabalhou muito e evitou o que poderia ser uma goleada histórica no Trapichão.

Ficha técnica

CSA

1- Jeferson
2- Celsinho
3- Leandro Souza
4- Douglas Marques
6- Rafinha
5- Panda (22- Cleyton, aos 16′ do 2º tempo)
8- Everton Heleno (19- Geovani, aos 16′ do 2º tempo)
7- Daniel Cruz 
10- Alex Henrique (21- Giancarlo, intervalo)
11- Marcos Antônio 
9- Thiago Potiguar

Técnico: Oliveira Canindé

Banco: 12- Alexandre Cajuru, 13- Denílson, 14- Thales, 15- Matheus, 16- Rayro, 17- Dawhan, 18- Serginho, 19- Geovani, 20- Kelvi, 21- Giancarlo e 22- Cleyton.

Sport

Magrão 
Samuel Xavier (Raul Prata, aos 20′ do 2º tempo)
Ronaldo Alves
Durval
Mansur
Rithely
Ronaldo
Everton Felipe
Rogério (Lenis, aos 27′ do 2º tempo)
Diego Souza
Leandro Pereira (Thalysson, aos 28′ do 2º tempo)

Técnico: Daniel Paulista

Banco: Agenor, Matheus Ferraz, Raul Prata, Neto Moura, Fabio, Thalysson, Marquinhos, Lenis e Paulo Henrique.

Cartão amarelo

CSA: Thiago Potiguar e Marcos Antônio. 

Sport: Samuel Xavier, Durval e Everton Felipe.

Arbitragem

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (CBF/MG); 

Auxiliar 1: Pablo Almeida da Costa (CBF/MG); 

Auxiliar 2: Celso Luiz da Silva (CBF/MG);

4º árbitro: José Ricardo Vasconcellos Laranjeira (CBF/AL).

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário