Home » RÉU DA TATURANA EMPLACA FILHO NO GOVERNO DE RENAN FILHO EM ALAGOAS

RÉU DA TATURANA EMPLACA FILHO NO GOVERNO DE RENAN FILHO EM ALAGOAS

Por Alagoas Brasil Noticias

LEGADO DO PAI RENDE A ARTHUR ALBUQUERQUE SECRETARIA DO TRABALHO <> Publicado: 10 de fevereiro de 2017 <> ABN <> ATUALIZADO ÁS 20:55 <> DIÁRIO DO PODER 

RENAN FILHO VIU NASCER A DERROTA DOS ALBUQUERQUE EM LIMOEIRO DE ANADIA, AO LANÇAR A CANDIDATURA DE ARTHUR EM 2016 (FOTO: FACEBOOK)

Uma semana depois de participar ativamente de uma articulação que impôs a derrota do projeto governador Renan Filho (PMDB) na eleição para o comando da Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas (ALE), o deputado estadual Antônio Albuquerque (PTB) conseguiu emplacar o filho Arthur Albuquerque (PMDB) como futuro titular da Secretaria de Estado do Trabalho e Emprego (Sete).

Derrotado nas urnas no próprio reduto eleitoral de seu clã político, Arthur Albuquerque tem um irmão na Câmara Federal, Nivaldo Albuquerque (PRP-AL), e é filho do deputado conhecido pela sigla AA e, muito mais, por ter sido indiciado pela Polícia Federal (PF), como líder da quadrilha que desviou R$ 254 milhões dos cofres da ALE, no inquérito da Operação Taturana, deflagrada em 2007, quando presidia o Legislativo. E, há uma semana, teve reprovada sua ideia de voltar a presidir a ALE, na tentativa frustrada de duelar com o candidato do governo, Luiz Dantas (PMDB).

O histórico político passado e recente do patriarca do clã Albuquerque em Alagoas, aliado ao fato de Arthur Lira não ter conseguido se eleger prefeito em Limoeiro de Anadia, mesmo com o apoio do governador, faria a indicação para a pasta do Trabalho ter peso bastante negativo para o governo do PMDB. Porém, do outro lado da balança está a conselheira Rosa Albuquerque, que assumiu em janeiro a Presidência do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TC/AL).

A tia de Arthur e irmã de AA pode ser muito útil neste contexto, do ponto de vista do futuro político do filho do senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Mas alguns deputados estaduais governistas já podem se sentir no direito de pedir mais espaço na gestão do Estado, ampliando as pressões políticas e afetando os rumos das apreciações de projetos do Executivo.

‘POLÍTICA DE GRÊMIO’

RENAN FILHO VÊ POTENCIAL EM ARTHUR (FOTO: NENO CANUTO)

Albuquerque já tinha a indicação da Agência de Defesa Agropecuária de Alagoas (Adeal) e recebeu o agrado, mesmo depois de agir em conjunto com um grupo de cerca de 12 deputados, que inviabilizou a chapa apoiada pelo governador Renan Filho e quase impediu a reeleição do presidente Luiz Dantas na Mesa da ALE.

Uma fonte da cúpula do PMDB disse ao Diário do Poder que a indicação de Arthur não passou pela análise do comportamento recente de Albuquerque, porque seria um acordo firmado “já há algum tempo”, para garantir a composição com o PTB, considerado um partido forte e importante para a reeleição em 2018.

Mas um deputado governista discorda que Renan Filho invista na construção de um “super deputado” em detrimento da base. Esse parlamentar desconfia de que o governador esteja desorientado, fazendo política de grêmio estudantil. E avalia que tal iniciativa pesará em uma eventual disputa com o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), daqui a um ano e meio.

“O AA vinha pressionando desde o ano passado. Agora com a eleição da irmã ganhou mais musculatura. Mas, politicamente, perdeu em casa e feio. Antes, Renan Filho só abria espaço para os deputados federais. Agora, foi aberta a temporada de caça para os deputados estaduais. Vão exigir o mesmo. É burrice. Vai afundar, se o Rui sair”, disse o deputado, ao Diário do Poder.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário