Home NotíciasEsportes CRB se recupera no Alagoano e bate o CSE no Gérson Amaral

CRB se recupera no Alagoano e bate o CSE no Gérson Amaral

Por Alagoas Brasil Noticias

Por Paulo Victor Malta <> TNH1 <> Atualizado <> ABN em 17/02/2017 – ás 05:48 <>(Crédito: Douglas Araújo / Ascom CRB)

O Clube de Regatas Brasil se recuperou no Campeonato Alagoano e venceu o CSE por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (16), no Estádio Gérson Amaral, em Coruripe. O jogo válido pela quinta rodada do Estadual teve portões fechados por determinação do STJD. O zagueiro Gabriel abriu o placar aos 36 minutos do primeiro tempo, e Maílson fechou a conta aos 47′ da etapa final. 

A vitória deixou o Regatas com 10 pontos na liderança do Grupo A. O Tricolor permanece na quarta posição do Grupo B com seis pontos.  

Sexta rodada

O próximo jogo do CRB é o Clássico das Multidões com o CSA, no domingo (19), às 17h, no Estádio Gérson Amaral, em Coruripe. A partida será com portões fechados por conta da punição do STJD. O CSE recebe o Sete de Setembro no sábado (25) de carnaval, às 20h, no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos índios.  

Pressão regatiana

Voltando a jogar com a equipe principal, o CRB foi pra cima do Tricolor. Maílson deu trabalho e apertou aos 15′. O atacante se livrou da marcação e soltou a pancada de longe. A bola explodiu no travessão. O Regatas continuou com maior volume de jogo e assustou novamente aos 25′. Neto Baiano foi acionado na área e finalizou para fora. De tanto pressionar, o Galo teve a recompensa. Diego cobrou falta distante, Adilson espalmou mal para frente e deixou a bola limpa para Gabriel. O zagueiro escolheu o canto e saiu para o abraço. 

Maílson define

O segundo tempo foi intenso. Boaventura completou passe de Diego e cabeceou para fora. Etinho contra-atacou, chutou e parou em Gabriel. O CSE queria o empate e Matheus Cunha obrigou Juliano a trabalhar em chute distante. O Galo respondeu com Maílson, que desperdiçou boa oportunidade. Matheus Cunha seguiu dificultando a vida dos defensores regatianos e assustou em finalização de primeira. Com o passar do tempo, o CRB cozinhou o jogo e soube ser fatal aos 47′. Chico acionou Maílson pela direita, o atacante mandou uma bomba de perna direita, venceu o goleiro Adilson e fechou a conta. 

Ficha técnica

CRB

1- Juliano
2- Edson Ratinho
3- Flávio Boaventura
4- Gabriel
6- Diego
5-  Adriano
8- Jocinei (17- Jorginho, aos 34′ do 2º tempo)
7-  Danilo Pires
10- Sério Mota (21- Chico, no intervalo)
11- Maílson 
9- Neto Baiano (19- Elias, aos 17′ do 2º tempo)

Técnico: Léo Condé

Banco: 12- Bruno, 13- Rafinha, 14- Audálio, 15- Adalberto, 16- Jefferson Recife, 17- Jorginho, 18- João Paulo, 19- Elias, 20- Clebinho, 21- Chico e 22- Maxwell.

CSE

1- Adilson
2- Kaká (15- Jonas, no intervalo)
3- Breno
4- Davi
6- Alefe
5- Jair
8- Matheus Cunha (17- Henrique, aos 29′ do 2º tempo)
7- Sorato (21- Ila, aos 18′ do 2º tempo)
10- Da Silva
11- Etinho
9- Rhuann

Técnico: Givanildo Sales

Banco: 12- Wadson, 13- Jadson, 14- João Paulo, 15- Jonas, 16- Lourinho, 17- Henrique, 18- Diego Costa, 19- Juliano, 20- Geovanio, 21- Ila e 33- Wellington.

Cartão amarelo

CSE: Kaká e Alefe.

CRB: Danilo Pires, Maílson e Chico.

Arbitragem

Árbitro:  José Ailton da Silva (FAF); 

Auxiliar 1: Esdras Mariano de Lima (ASP/FIFA);

Auxiliar 2: Wagner José da Silva (CBF/AL);

4º árbitro: Wilton Fernandes Souza (FAF);

5º árbitro: Carlos Vinícius Cavalcante (FAF).

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário