Home » Justiça condena acusados de assassinar vereador Luiz Ferreira

Justiça condena acusados de assassinar vereador Luiz Ferreira

Por Alagoas Brasil Noticias

POR EDUARDO ALMEIDA <> GAZETA WEB <> ATUALIZAÇÃO <> ABN <> 17/02/2017 ÁS 22:08 <> FOTO TNH1

Após dois dias de julgamento, o Conselho de Sentença decidiu pela condenação dos acusados de envolvimento na morte do vereador pelo município de Anadia Luiz Ferreira. A decisão contra Alessander Leal, Tiago Campos e  Everton de Almeida saiu por volta de 21 horas desta sexta-feira (17).

Alessander Leal foi condenado a 32 anos, 7 meses e 15 dias de prisão; Tiago Campos foi condenado a 30 anos, 10 meses e 20 dias; e Everton de Almeida foi condenado a 32 anos, 3 meses e 15 dias pelos crimes de homicídio qualificado e associação criminosa. As penas dos três deverão ser cumprida em regime fechado. 

Durante o dia, aconteceu a fase de debates entre a acusação e a defesa dos acusados. Fizeram a acusação o promotor Paulo Barbosa e o advogado Cláudio Vieira. A defesa do réu Alessander foi feita pelos advogados Raimundo Palmeira e Rodrigo Ferro. Já a defesa dos réus Everton e Tiago coube ao defensor Rylbson Martins.

A acusação sustentou que a morte de Luiz Ferreira tem motivação política e que o crime foi encomendado pela ex-prefeita de Anadia Sânia Tereza Barbosa. Já a defesa afirmava que os clientes confessaram o crime à polícia porque foram vítimas de “coação” durante a investigação preliminar do caso.

Além dos três acusados, Wallemberg Torres da Silva, que teria efetuado os tiros contra o vereador, é considerado foragido.

A ex-prefeita de Anadia,  Sânia Tereza Barbosa, e Adaílton Ferreira recorreram da sentença de pronúncia e não há data para eles serem julgados, de acordo com a assessoria de comunicação do Ministério Público Estadual (MPE).

O CRIME

O vereador Luiz Ferreira, de 61 anos, foi assassinado com vários tiros quando retornava à cidade de Anadia, após apresentar um programa de rádio no município de Maribondo. Durante o programa, o vereador havia anunciado que seria candidato a prefeito de Anadia na próxima eleição, ao passo em que teria criticado a política local.

A arma utilizada no crime foi uma pistola de 9 milímetros, e a maioria dos disparos atingiu a cabeça da vítima, que conduziu seu automóvel quando foi interceptada pelos criminosos.

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário