forex trading in dubai como operar alavancado swing trader na corretora xp trader club.camisa investimento bot para opções binarias lucas paim opções binárias opções binárias easynvest tradução call e de put em opções binárias alíquota para opções binária operando day trade com menindce curso de opções binárias de weles campos guia de opções binárias pdf operação elastico trader padrão sanduiche opçoes binarias forex opções binarias qual valor tenho que ter para operar swing trader como operar dax pela active trader posso investir no tesouro direto em quantas opçoes
Home NotíciasEconomia Relator da reforma da Previdência defende fim de desonerações

Relator da reforma da Previdência defende fim de desonerações

Por Alagoas Brasil Noticias
Brasília - Relator Arthur Maia e presidente da Comissão da Reforma da Previdência, Carlos Marun, ouvem sindicalistas, e representantes do Dieese, Ipea e INSS (Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
 

O relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA) defendeu hoje (21) o fim das desonerações e isenções sobre os tributos previdenciários e o endurecimento da cobrança de devedores do setor.

“É muito difícil você apresentar uma proposta que cria um alongamento do caminho para a conquista do benefício previdenciário e, ao mesmo tempo, não se discuta o financiamento dessa previdência”, disse Maia em entrevista durante audiência pública da comissão especial que analisa a proposta.

O relator ressaltou que a PEC já prevê o fim da desoneração previdenciária sobre as exportações, mas disse que algumas questões não estão no âmbito da reforma, entre elas um possível aumento da contribuição previdenciária de setores como o agronegócio.

Maia disse também que a oposição coloca alguns pontos da reforma como sendo “monstruosos”, o que, segundo ele, não corresponde à realidade. “Por exemplo: dizer que 49 anos [de contribuição] é impedir que o trabalhador consiga se aposentar. Hoje temos essa regra do 85/95 [soma do tempo de contribuição mais idade] em que o trabalhador nunca se aposenta com a integralidade do salário”, comparou.

Regra de transição

O relator da reforma da Previdência na Câmara disse ser “difícil” que a regra de transição proposta pelo governo seja mantida pelos parlamentares. Pelo texto enviado ao Congresso, homens com mais de 50 anos e mulheres com mais de 45 anos poderão aposentar-se mediante um acréscimo de 50% sobre o tempo de contribuição faltante com base na regra antiga.

“Todos os deputados com quem converso mencionam a transição como algo difícil de ser preservado como está. Não quer dizer, necessariamente, que vai haver mudança. [Mas] é um ponto que eu repito como sendo o tema mais questionado de toda reforma.” Maia reafirmou a intenção de concluir seu relatório sobre a PEC 287 entre 16 e 20 de março.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário