opções binárias 5 imposto de renda opções binárias moeda real operar day trade celular estrategia profissional opçoes binarias opções binárias para iniciantes 2016 opções binárias valor trader mercado de opçoes binarias mp trade and investment brasil opçoes binarias simples operações day trade sem lucro necessita de recolhimento de irpf trade plataforma como usar facil para operar opçoes binarias graficos diferentes em contas diferentes forex dashboard & trading guide berman trader investimentos instagram cursos gratuitos opcoes binarias profit trader clear tem como operar pelo grafico regras day trade taxas xp investimentos
Home Brasil Consumo de energia elétrica cresce 2,8% em janeiro ante janeiro de 2016, diz EPE

Consumo de energia elétrica cresce 2,8% em janeiro ante janeiro de 2016, diz EPE

Por Alagoas Brasil Noticias

Resultado de imagem para Consumo de energia elétrica cresce 2,8% em janeiro ante janeiro de 2016, diz EPE

O consumo de eletricidade na rede elétrica nacional totalizou 39.308 Gigawatts-hora em janeiro, um aumento de 2,8% em relação a igual mês do ano anterior, informou a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Todas as regiões do País registraram crescimento no consumo de eletricidade. A maior alta foi verificada no Sul, com elevação de 5,5%, seguida pelo Sudeste, com avanço de 2,6%. No Centro-Oeste, o crescimento do consumo ficou em 1,9%; no Nordeste, alta de 1,8%; e no Norte, elevação de 1,7%.

O consumo Industrial cresceu 4,4%, principal motor da elevação em janeiro, respondendo por 50,7% do avanço total da energia em relação ao mesmo mês de 2016. Por outro lado, no setor de Comércio e Serviços houve expansão de apenas 0,3%, devido à redução de dias faturados em diversas distribuidoras. As distribuidoras entregam entre 27 e 32 dias de leitura, segundo a EPE. Se tivessem mantido a média de dias do ano anterior, a estimativa é que o consumo da categoria Comércio e Serviços teria crescido cerca de 2,0%.

O crescimento de 1,2% do consumo Residencial também refletiu o menor número no calendário de faturamento em diversas distribuidoras; estima-se que o consumo dessa classe teria crescido em torno de 3% sem esse efeito.

O mercado cativo das distribuidoras apresentou redução de 4,2% em janeiro. Já no mercado livre, que em janeiro atingiu 27% do consumo total do país, o crescimento foi de 25,6% no primeiro mês do ano.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário