operar meta trader 5 demonstração tabela cam opções binárias formas de fazer trade investindo pouco operações comuns day trade robo de opções binarias gratis iq option como apliciar forex trading a2trader a2 trader investimentos fornacao de trader opções binárias estudo de opções binarias planilha para opções binarias gratis simulador de investimentos swing trade give bitcoin with trader without investment martin gail opçoes binarias sinais opções binárias melhor sala de sinais opções binarias como funciona o mercado forex trading site de investimento em opções binarias
Home Alagoas Alagoas ganha Laboratório próprio de DNA e fortalece combate à impunidade

Alagoas ganha Laboratório próprio de DNA e fortalece combate à impunidade

Por Alagoas Brasil Noticias
Renan Filho em inauguração do Laboratório de Genética Forense   (Crédito: Agência Alagoas)

O governador Renan Filho inaugurou nesta sexta-feira (10) o Laboratório de Genética Forense, do Instituto de Criminalística. Com o equipamento próprio, Alagoas deixa de depender de outros Estados da Federação para realizar exames genéticos em materiais biológicos oriundos de locais de crimes, bem como para a identificação de possíveis autores e de vítimas.

“Só seis estados não faziam exames de DNA. Agora só cinco, porque nós tiramos Alagoas dessa marca. E estamos tirando várias dessas marcas negativas do Estado. Estamos entregando o laboratório de DNA que vai ajudar na investigação criminal de forma decisiva, sobretudo em crimes muito danosos para a sociedade como, por exemplo, estupro, danos contra crianças, crimes contra a vida, de maneira que um laboratório como esse vai ajudar a constituir provas e condenar decisivamente os culpados”, afirmou o governador.(Agência Alagoas)

O laboratório foi equipado com recursos do Governo do Estado, no valor de quase R$ 800 mil, oriundos do Fundo Estadual de Segurança Pública (Funesp) que, segundo o governador, sempre foram contingenciados em outros governos e nunca investidos na (Agência Alagoas)área de segurança, o que reflete uma mudança de postura.

“Há em Alagoas o trabalho firme para que a gente reduza violência, aumente a estrutura, a capacidade de investigação, invista em inteligência, que é um dos principais flancos para combater a violência urbana. Foi por essa e por outras que Maceió, a nossa capital, perdeu o título de capital mais violenta do Brasil. Isso porque passou-se a priorizar os investimentos na área de Segurança Pública”, finalizou.

 

 

 

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário