opções binárias são rentaveis como investir na olymp trade sem perder dinheiro 2019 indicador online opçoes binarias opções binárias e opções digitais planilha para opções binarias gratis forex futures trading automated trading strategy forex store estrategia 2m opçoes binaria contos de pessoas que ganharem dinheiro na opçoes binarias opções binárias é crime ou não trader de investimento reclame aqui como operar opções binarias no meta trader robô opções binarias youtube opções binárias oq preciso para operar draya trader tipos de figuras opções binárias cotação ao vivo opçoes binarias
Home NotíciasEsportes Canindé cita reencontro com torcida para fortalecer o CSA no clássico

Canindé cita reencontro com torcida para fortalecer o CSA no clássico

Por Alagoas Brasil Noticias

Por Paulo Victor Malta <> Atualizando ABN em 10/03/2017 ás 21:59 <> Foto: Pei Fon

OLIVEIRA CANINDÉ <> TÉCNICO DO CSA

O técnico Oliveira Canindé concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (10), no CT do Mutange, e falou sobre o clássico decisivo com o CRB pela Copa do Nordeste. O Clássico das Multidões será disputado neste sábado (11), às 18h15, no Estádio Rei Pelé. Com os portões abertos para as duas torcidas e o mando de campo a favor do Azulão, o treinador afirmou que espera fazer um grande jogo diante do maior rival. 

“[Clássico] De muitas dificuldades, como sempre. Pressão dos dois lados. De vitórias e alegrias para quem consegue vencer. Tristeza, decepção e frustração para quem não consegue. Muitas possibilidades. Espero fazer um grande jogo respeitando essa história. Fazer o nosso melhor, conseguir o que todos os azulinos esperam e alegrar nossa imensa torcida com um grande futebol e, se Deus quiser, o resultado que todos esperamos”.

“Fazer o nosso melhor para que, quando você tiver que olhar para trás, você olhe e saiba exatamente o que você fez e possa contar uma historia se alegrando do que aconteceu, Precisamos fazer nossa parte. Independente de qualquer coisa, respeitamos o nosso adversário. Temos um páreo duríssimo pela frente, mas sabemos também que não tememos, mas temos totais condições de vencer. É claro que, o melhor que poderia acontece dentro de um jogo desse, dentro das nossas pretensões, seria vencermos”, comentou Canindé.

Sem contar com Leandro Souza, suspenso, e Rafinha, que se recupera de lesão, o treinador marujo fechou os treinamentos e escondeu o time. A tendência é Canindé monte o CSA com Mota; Celsinho (Denílson), Thales, Dougas e Rayro; Panda, Everton Heleno, Thiago Poiguar (Didira), Daniel Costa e Luis Soares; Jacó. 

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Oliveira Canindé. 

Reencontro com a torcida

“Fazer nosso melhor para acima de tudo motivar nosso torcedor, que ele venha nos ajudar e nos apoiar. É um momento que pouco tivemos esse ano, que é jogar para o nosso torcedor. Espero que nesse reencontro a gente possa fazer uma grande partida, fazendo com que eles tenham essa alegria de nos acompanhar, nos fortalecer. Porque precisamos deles, espero retribuir esse apoio, comparecimento do nosso torcedor, que com certeza comparecerá, brindando-o com um grande resultado”.

Clássico

“É claro que clássico é parâmetro para você se medir para as competições difíceis que terá pela frente. Nem todos os jogos você pode tirar como medida para um jogo como esse. Esse jogo fala muito alto em cima das pretensões para toda uma temporada. Queremos fazer nosso melhor, tirar o máximo do nosso grupo, fazer com que a entrega e disposição dentro de campo fale alto em cima do que queremos”. 

Escalação

“A equipe está totalmente definida. Claro que poderá sim ter surpresas, mas o que nós queremos verdadeiramente é que a equipe possa surpreender o adversário. Não só causar surpresa no que vai, mas fundamentalmente fazer nosso melhor. Gosto de equipes aguerridas, que lutam, se entregam e fazem o seu melhor, alegrando seu torcedor com espirito de luta empreendido desde o inicio. Tenhamos esse espirito para que as coisas sejam favoráveis. E o resultado que queremos seja em cima da dedicação de todo grupo”.

Surpresas do adversário

“Da penúltima vez que jogamos com o CRB, te digo que tivemos surpresas quanto a escalação desse ou daquele atleta que entrou. Infelizmente é a realidade. Nem tudo a gente consegue saber do adversário, assim como eles não sabem de todas as coisas da gente. Mas sabendo que é mais fácil para eles saberem das coisas que acontecem aqui, do que nós sabermos do que acontece lá. Pela distância do CT deles, pela condição que eles têm de trabalho, de fazer com que ninguém veja o que acontece. Nós já temos mais dificuldade por sermos muito central. Por todos acompanharem, saberem exatamente onde ficamos, muito perto do centro. Muitos acompanham. Fica difícil tirar o adversário de tempo. Para nós é mais difícil saber da parte deles, do que eles saberem da nossa parte”.

Duelo com Condé

“[Jogo de xadrez tático] Acredito que será sim. Clássicos nem sempre são jogados, são muito disputados. A ocupação de espaços. Você define os espaços, esquadrinha o campo e define os espaços em que cada um dos teus guerreiros atuará. O que você espera? Que dentro do setor que determinado atleta esteja jogando, o adversário não cresça, não coloque as asinhas de fora, cada um tome conta do seu setor da melhor maneira possível, mandando no jogo, fazendo com que a tua capacidade se sobressaia e a do adversário não apareça. Espero que em cima desse duelo tenhamos a felicidade de levar vantagem”. 

Vanger

“Está bem fisicamente, está relacionado. Espero que ele possa, se for o caso, entrar também e nos ajudar. Vamos contar com que tivermos de melhor. Quem estiver melhor e em melhores condições, chamado para dar sua contribuição, que possa da melhor maneira contribuir”.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário