Home » Delegacia de Homicídios divulga informações de sete detidos em Maceió

Delegacia de Homicídios divulga informações de sete detidos em Maceió

Por Alagoas Brasil Noticias
Alan Vitor Félix Soares, Ronildo de Lima Neto e José Luciano da Silva (Foto: Ascom / PC-AL)

A Delegacia de Homicídios divulgou mais um balanço de prisões nesta sexta-feira (24), em coletiva realizada na sede da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL), no Centro de Maceió. Foram sete detidos suspeitos de assassinatos na região metropolitana de Maceió apenas nas duas últimas semanas. Entre os sete, está o envolvido no homicídio no bairro de Clima Bom que também vitimou uma idosa com bala perdida.

A SSP não apresentou os detidos por conta da decisão da Justiça que, após pedido da Defensoria Pública Estadual, proibiu que presos provisórios tivessem a imagem divulgada na imprensa. Mesmo com 15 dias para cumprir a determinação, contados a partir do dia da intimação, o secretário de Segurança Pública, coronel Lima Júnior, preferiu não apresentar os suspeitos.

Crime em 10 de março de 2002

Às 03h, no Jacintinho, Edjunior Ferreira Barros foi assassinado. Prelo crime, Wilson Oliveira do Nascimento, vulgo ‘Misso’, hoje tem 35 anos e já chegou a ser condenado por homicídio qualificado pelo Tribunal do Júri. Ele estava foragido e o mandado foi expedido pela 9ª Vara Criminal da Capital e cumprido por uma equipe da Asfixia da Polícia Civil na sexta-feira passada (17).

Crime em 6 de agosto de 2010

Às 19h30, no Clima Bom, André Amorim Costa, vulgo ‘Boia’ ou ‘Recife’, foi morto por Jamerson Abílio da Silva, de 27 anos (tinha 20 à época). Os dois jogavam baralho e bebiam quando uma discussão ocorreu. Jamerson então puxou uma arma de fogo e disparou alguns tiros contra André. O mandado expedido pela 8ª Vara Criminal da Capital foi cumprido na segunda-feira (20).

Crime em 23 de janeiro

Às 09h30, na Chã de Bebedouro, foi assassinado Gabriel dos Santos Alves. Ele foi a quarta vítima que teria sido morta com participação de Pedro Henrique do Nascimento Galdino, de 20 anos, conhecido como ‘Feijão’. Antes do homicídio de Gabriel, foram vítimas de Pedro Henrique: Cardeilton Ferreira dos Santos, Andressa Carla da Silva Felix e Antônio Souza dos Santos, vulgo ‘Careca’. Todas os crimes são relacionados ao tráfico de drogas no bairro. O mandado contra Pedro Henrique foi expedido pela 7ª Vara Criminal da Capital e cumprido na terça-feira (21).

Crime em 27 de janeiro

Às 03h, no bairro do Clima Bom, foi assassinado Anderson Charles Bento. Além deste homicídio, na mesma ocasião, houve a tentativa de homicídio de Gilson Ribeiro Lopes Urtiga. Os crimes contra as duas vítimas foram por conta de briga entre facções que dominam o tráfico de drogas no bairro. O suspeito pelos delitos, Allan Vitor Felix Soares, de 22 anos, vulgo ‘Trinta’, foi detido na segunda-feira (13) em cumprimento a mandado de prisão expedido pela 7ª Vara Criminal. O videomonitoramento da SSP-AL foi fundamental na investigação do caso.

Crime em 8 de março

Às 09h30, no Clima Bom, Ronilto de Lima Neto, vulgo ‘Cabeça’, de 19 anos, e dois comparsas participaram do homicídio de Lucas Felipe Gomes da Silva, de 21 anos. Além da morte de Lucas, com os disparos eles também atingiram a idosa Francisca Dias do Nascimento. Lucas foi morto por conta de disputa pelo tráfico de drogas. O mandado contra ele foi cumprido no domingo (12). No momento, Ronilto está internado no Hospital Geral do Estado (HGE), pois na ocorrência atirou também contra a própria perna.

Crime em 10 de março

Às 06h30, no Tabuleiro do Martins, mais precisamente no conjunto Cleto Marques Luz, foi registrada uma ocorrência de feminicídio. José Luciano da Silva, de 34 anos, foi até a casa de Maria Inês da Silva, de 37 anos, e fez ameaça de morte por não aceitar o término do relacionamento de ambos. Ao se encaminhar para a Delegacia da Mulher, onde iria prestar queixa contra José Luciano, Maria Inês foi assassinada por ele com três tiros à queima-roupa. A polícia cumpriu o mandado de prisão três dias após o crime, na segunda-feira (13).

Crime em 19 de março

Às 05h, no Tabuleiro do Pinto, bairro da cidade de Rio Largo , ocorreu a única prisão em flagrante dos divulgados nesta sexta. Elenildo Williams Firmino da Silva, de 27 anos, foi detido pela tentativa de homicídio contra o policial militar reformado José Ronaldo Leite da Silva. O suspeito efetuou um disparo com arma artesanal e o atingiu no dedo. No mesmo dia, Elenildo teria matado José Fernandes Santos com pedradas na cabeça. Esse é o único caso em que a Homicídios deu apoio no flagrante, mas não participa da investigação, pois o caso é da regional de Rio Largo.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário