Home NotíciasEsportes Banhos de água na quadra, Vinicius Jr. na plateia: Falcão tem despedida de gala

Banhos de água na quadra, Vinicius Jr. na plateia: Falcão tem despedida de gala

Por Alagoas Brasil Noticias

 

Última partida oficial de Falcão pela seleção brasileira de futsal teve show do craque e muitas homenagens por parte dos jogadores de Brasil e Colômbia na vitória por 3 a 2 pelos brasileiros, neste domingo, no Rio. Fã declarado do camisa 12, Vinicius Júnior, grande promessa do futebol do Flamengo, esteve presente na Arena da Barra à convite do próprio craque. O jogo teve também um quase gol antológico de Falcão e muita pressão da Colômbia no fim. Falcão deixa a seleção com 385 gols em 242 jogos e 25 títulos nos quase 20 anos em que vestiu a camisa verde-amarela.

– Foram 242 jogos e 385 gols pela seleção, fico feliz com essa marca e em tertornado o futsal algo prazeroso de se ver, conquistando muitos fãs. Queremos que as novas gerações carreguem isso, você vê aqui o Vinicius Junior, que deu uma declaração por esses dias dizendo que eu e o Neymar os inspiramos. Isso vale mais do que qualquer troféu.

Vinícius Júnior convidado VIP

Grande promessa do Flamengo para os próximos anos, destaque nas seleções brasileiras de base e alvo do Barcelona, Vinicius Júnior citou Falcão como uma de suas fontes de inspiração em uma de suas entrevistas mais recentes. A declaração sensibilizou o camisa 12, que convidou a joia de 16 anos para o duelo entre Brasil e Colômbia na Arena da Barra. Para Vinicius, Falcão é um exemplo a ser seguido.

– Gosto dele por causa da irreverência e da criatividade. Ele está sempre fazendo alguma coisa diferente como uma lambreta e um calcanhar. Um lance do Falcão que não sai da minha cabeça foi um gol que ele fez lambretando um goleiro no Pan-Americano do Rio, em 2007. Já fiz um gol com lambreta pelo Flamengo, quem sabe em breve faço um pela seleção também – disse Vinicius.

Banho de água na quadra

Após a partida, Falcão foi cercado pelos jogadores brasileiros enquanto dava entrevistas em quadra. Munidos de garrafas de plástico, os novatos da seleção deram um banho de água no camisa 12, que ficou encharcado na frente das câmeras. Com o espírito leve, Falcão brincou dizendo que “os moleques são folgados”. A descontração era tanta que os colombianos também entraram na brincadeira e repetiram o banho de água no camisa 12.

Falcão saiu sorrindo e correu para a beira da arquibancada para distribuir autógrafos e tirar fotos com os torcedores. Em outra cena marcante deste domingo, o camisa 12 foi jogado pelo alto pelos jogadores brasileiros, relembrando o momento da sua despedida dos Mundiais, no ano passado, quando os iranianos fizeram o mesmo na Colômbia.
 

O quase golaço de Falcão

Aos nove minutos do segundo tempo, Falcão finalizou de calcanhar de dentro da área colombiana, e a bola por muito pouco não entrou, tirando tinta da trave do goleiro César Mejía. Mesmo tendo balançado a rede em seu primeiro toque na bola, o craque deixou a quadra com uma pitada de frustração, já que o gol 386 não saiu.

 Quase uma pintura! Falcão por pouco não marca de calcanhar, aos 9 do 2º

– Era um gol que poderia ter acontecido nessa despedida, ficaria um roteiro perfeito, mas não posso reclamar de nada, porque hoje no primeiro toque na bola saiu o meu gol – disse.

Jogo festivo? Que nada

Enganou-se quem achou que Brasil e Colômbia fariam um amistoso em clima festivo, sem muitos compromissos táticos. O Brasil fez um bom primeiro tempo e abriu 3 a 1. A Colômbia não deixou por menos e diminuiu no início da segunda etapa. Os dez minutos finais foram de pressão intensa dos colombianos, que só não empataram graças a uma bola na trave e duas boas defesas do goleiro Guitta.

– Nessa reconstrução da seleção com uma base jovem, jogos difíceis como esse são um processo natural. É essa a equipe que deve ir para a Copa América (em abril), a gente precisa fazer o que precisa ser feito, preparar a seleção para 2020, mas já pensar em 2024 – afirmou o técnico brasileiro, PC Oliveira.
 

Convite para a festa de despedida

Falcão aproveitou o seu último jogo oficial pela seleção para anunciar um jogo festivo de despedida no segundo semestre. A partida, que não será um duelo oficial, acontecerá em São Paulo, em setembro. A tendência é que o evento reúna diversas estrelas do futsal e até do futebol de campo. Apesar de retirar-se da seleção, Falcão segue em atividade na sua equipe, o Sorocaba, que disputa as ligas Paulista e Nacional neste semestre.

Falcão prepara uma grande festa de despedida no segundo semestre em São Paulo (Foto: André Durão)

– Fico feliz em ter feito parte da história e dessa festa aqui no Rio de Janeiro. Quero preparar uma coisa muito legal para a despedida, com os meus filhos e a minha família em São Paulo. Foi o meu último jogo oficial, mas ainda tem mais um joguinho e ali a emoção vai me pegar de verdade – frisou.

https://www.youtube.com/watch?v=2bemUyngB9Q

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário