Home NotíciasPolitica Vereadores de Feira Grande alegam que PL foi aprovado em ‘sessão fantasma’

Vereadores de Feira Grande alegam que PL foi aprovado em ‘sessão fantasma’

Por Alagoas Brasil Noticias

Após polêmica envolvendo um suposto Projeto de Lei versando o possível aumento em salários de secretários do município de Feira Grande, agreste alagoano, (assunto foi desmentido, ontem, pelo prefeito Flávio Lira por meio de nota ao, vereadores questionaram a veracidade da resposta dada pelo gestor da cidade.

A informação oficial de que houve uma redução nos salários de cargos comissionados da prefeitura em 400% foi contestado pelo parlamentar, Flávio Mauricio Machado (PMDB). Segundo o peemedebista, o projeto é de autoria do executivo municipal e trata do aumento de salários de secretários que chega a ser dobrado. Machado também expôs, durante programa de rádio nesta terça-feira (11), não ter sido avisado que haveria uma sessão extraoficial onde o projeto seria analisado.

“Venho, a público, manifestar meu mais absoluto e veemente repúdio pela maneira desrespeitosa com que fui tratado hoje pela Câmara Municipal de Feira Grande. Na qual, às escuras, sem qualquer comunicado de sessão extraordinária, foi aprovado um projeto de lei imoral, ilegal e, sobretudo, desrespeitoso à população da nossa cidade,” disse.

O vereador informou que a população feira-grandense vive descaso por parte da administração municipal, onde faltam remédios, água… E disse mais; No cenário de crise, foi feito um decreto de emergência, visando alterar a lei 268/2010 sem que o legislativo tenha acesso. “Ela sumiu! Não tem na câmara e nem o prefeito a enviou! Jamais cometerei tamanha irresponsabilidade! Sou Advogado com muito orgulho, vereador com muito orgulho, pai de família e jamais deixarei de cumprir meu papel, meu ofício,” explicou.

Machado concluiu afirmando se comprometer a acionar o Poder Judiciário para que haja uma investigação quanto a legalidade da sessão.

O colega de partido e também vereador, Telmo Pereira de Lira, o Quel, se solidarizou e mostrou apoio ao denunciante. “Gostaria de esclarecer que só soube que houve sessão (sic) hoje, dia 11 de abril de 2017, agora próximo às 17 horas por meio de terceiros, após a sessão ser encerrada. Quero aqui me solidarizar com Vossa Excelência Vereador Dr. Flávio Maurício Machado, porque a mesma falta de respeito e consideração que houve com o senhor, o responsável pela sessão teve com minha pessoa,” relatou.

O vereador Quel concluiu dizendo que foi eleito para representar o povo e irá fazer o que for necessário pela população local. Confira matéria com a versão do prefeito clicando aqui.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário