Home Municípios Promotoria de Maribondo recomenda suspensão de recebimentos de presos provisórios pela delegacia do município

Promotoria de Maribondo recomenda suspensão de recebimentos de presos provisórios pela delegacia do município

Por Alagoas Brasil Noticias

POR JOÃO DIONÍSIO DE FREITAS SOARES FILHO >> 15/12/2017.

Promotor de justiça Marllisson Andrade

O Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE/AL), por meio da Promotoria de Justiça de Maribondo, expediu uma recomendação às Secretarias de Estado da Segurança Pública e de Ressocialização e Inclusão Social para que a delegacia do município suspenda imediatamente o recebimento de presos provisórios. Também foi recomendando a realização da reforma estrutural do prédio.

Além disso, foi recomendando que a Secretaria de Ressocialização providencie a transferência dos três detentos em custódia no local e que devem ser levados às unidades do Sistema Prisional do Estado de Alagoas.

O documento foi emitido após o promotor de justiça Marllisson Andrade constatar durante visita que o prédio onde funciona a delegacia está com as paredes rachadas, problemas de infiltração e sem nenhuma condição de funcionamento. Além disso, existe apenas um computador para atender todas as demandas do órgão, o que dificulta a rotina de trabalho dos agentes públicos.

O representante do MPE/AL no município também foi informado que no início do mês de dezembro aconteceu uma fuga de detentos, facilitada pela estrutura precária do prédio onde funciona a unidade policial.

O promotor de justiça ainda considerou que o Estado é responsável pelo cidadão que se encontra nos estabelecimento prisional, devendo zelar pela sua segurança, afastando qualquer possibilidade de ofensa à sua integridade física. Entretanto, durante a vista foi constatado que a falta de estrutura do prédio deixa o ambiente insalubre provocando a incidência de doenças infectocontagiosas e possíveis situações de violência entre os custodiados.

Os gestores das Secretarias de Estado da Segurança Pública e de Ressocialização e Inclusão Social possuem um prazo de 30 dias para responderem se acatam a recomendação ou apresentem justificativa para uma possível negativa.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário