Home PLANTÃO DE NOTÍCIAS William Waack deixa TV Globo após comentário racista: ‘Encerramento consensual’

William Waack deixa TV Globo após comentário racista: ‘Encerramento consensual’

Por Alagoas Brasil Noticias

Jornalista estava afastado do ‘Jornal da Globo’ desde novembro

A TV Globo anunciou a demissão de William Waack nesta sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Foto: Divulgação, TV Globo / PurePeople
 

22 DEZ2017>>11h26

A TV Globo anunciou a demissão de William Waack através de um comunicado oficial nesta sexta-feira (22). O jornalista estava afastado do “Jornal da Globo” desde novembro depois do vazamento de um vídeo em que fazia comentário de cunho racista. O clipe, aliás, repercutiu em jornais internacionais. Em nota assinada por Ali Kamel, diretor geral de jornalismo, a emissora informa que “William Waack reitera que nem ali nem em nenhum outro momento de sua vida teve o objetivo de protagonizar ofensas raciais. Repudia de forma absoluta o racismo, nunca compactuou com esse sentimento abjeto e sempre lutou por uma sociedade inclusiva e que respeite as diferenças. Pede desculpas a quem se sentiu ofendido, pois todos merecem o seu respeito”.

Emissora explica: ‘O melhor caminho a seguir é o encerramento’

“A TV Globo e o jornalista decidiram que o melhor caminho a seguir é o encerramento consensual do contrato de prestação de serviços que mantinham. A TV Globo reafirma seu repúdio ao racismo em todas as suas formas e manifestações. E reitera a excelência profissional de Waack e a imensa contribuição dele ao jornalismo da TV Globo e ao brasileiro. E a ele agradece aos anos de colaboração”, finalizou o diretor de jornalismo.

 Reunião de jornalista com a TV Globo foi marcada por tensão

Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, do portal “Uol”, Waack teve quatro reuniões com a emissora carioca antes do seu desligamento. De acordo com o colunista, os encontros foram marcados por “tensão, mal-estar e irritação por parte do jornalista”. Isso porque ele considerava “humilhante” ser punido por causa de um vídeo “furtado” por um antigo funcionário do canal. Há possibilidade de que o caso possa parar na Justiça. Um dos argumentos é que o apresentador foi filmado em uma situação privada e a emissora não teria direito de puni-lo como fez.

Internet pede Maju Coutinho no jornal e Boni defende jornalista

Após o vazamento do vídeo, internautas repercutiram a situação e pediram que Maria Júlia Coutinho ou Heraldo Pereira ganhassem espaço no comando do telejornal. “A Globo acerta ao afastar William Waack. Racismo não pode ser tolerado. Melhor gesto seria a Maju apresentar o telejornal”, disse um usuário do Twitter. Na contramão da internet, o diretor de TV Boni criticou o afastamento de Waack. “O tom infantil da brincadeira dele merecia um pedido de desculpas, uma coisa desse tipo. O peso dele como jornalista, como intelectual não poderia ser ignorado por uma coisa que não é correta. (…) Certamente, ele não tem nada de racista. O conheço e ele é uma pessoa extremamente preocupada com o social e com todas as classes”, disse em entrevista ao Purepeople .

(Por Tatiana Mariano )

 
 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário