Home NotíciasPolicia PC pede prisão preventiva de cabo da PM que matou a mulher com 7 tiros

PC pede prisão preventiva de cabo da PM que matou a mulher com 7 tiros

Por Alagoas Brasil Noticias

Expedita da Silva, de 37 anos, morreu após ser baleada sete vezes por marido militar

A Polícia Civil de Alagoas, através do delegado Robervaldo Davino – titular do 6º Distrito Policial, encaminhou pedido de prisão preventiva contra o cabo Ivan Augusto dos Santos Júnior acusando o militar pelo feminicídio de Expedita da Silva, de 37 anos, que morreu nessa quarta-feira (23) após ter sido baleada sete vezes na última sexta-feira (19). 

Davino afirmou ainda que – caso seja acatado o pedido – Ivan Augusto deverá ser preso em uma área especial destinada a militares detidos por crimes na esfera criminal.

O acusado se apresentou na última segunda-feira (22) no Complexo de Delegacias Especializadas (Code) e, em seguida, foi levado em caráter de prisão administrativa para o Quartel Geral da Polícia Militar, onde está sob custódia.

Com a morte de Expedita, o delegado Roberval Davino informou que o caso deverá ser entregue à Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), que dará segmento às investigações.

OFERECIMENTO:

RAVAN MOVEIS E ELETROS EM ANADIA – AL.

FONTE: ALAGOAS 24 HORAS

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário