Home Alagoas Reitor da Uncisal é intimado para prestar esclarecimentos sobre falha no vestibular

Reitor da Uncisal é intimado para prestar esclarecimentos sobre falha no vestibular

Por Alagoas Brasil Noticias

Ministério Público Estadual

O Ministério Público Estadual (MPE) intimou o reitor da Universidade de Ciências da Saúde (Uncisal) e convocou representantes do Instituto AOCP para que eles prestem esclarecimentos sobre o caso da falha no resultado do vestibular da Uncisal. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do MPE. 

Ainda conforme o MPE, a Uncisal e a empresa organizadora vão se reunir com o promotor Sidrack Nascimento na próxima terça-feira (30).

Na manhã desta quinta-feira (25), estudantes que ficaram de fora da lista corrigida de aprovados no vestibular, estiveram na sede do MP, no bairro do Poço, para cobrar investigação do caso.

A nova lista foi divulgada porque, de acordo com a empresa organizadora AOCP, houve uma falha técnica que apresentou erros no cálculo da classificação dos candidatos.

A reportagem do Cada Minuto entrou em contato com uma das vestibulandas, Mariana Almeida, de 24 anos, que foi aprovada em 6º lugar no curso de Medicina da primeira lista e ao verificar a segunda listagem percebeu que não havia sido classificada.

“Vou fazer 25 anos e estou vivendo os piores dias da minha vida. Essa confusão na divulgação das listas tem causado um grande transtorno em minha vida, já não consigo mais dormir sem tomar tarja preta”, desabafou.

Mariana contou que passou em algumas universidades federais nos cursos de Direito e Odontologia, mas abriu mão das vagas para fazer o curso dos sonhos e ser a primeira da família a se formar em medicina.

A vestibulanda informou ainda que não consegue sair do quarto e que desativou todas as redes sociais. “Não tenho coragem de sair de casa, raspei minha sobrancelha, tive minhas fotos publicadas nas redes sociais pelos cursinhos onde fiz isoladas e no final das contas não fui aprovada”.

Para a estudante, indenização nenhuma irá pagar o que está sentindo agora. “Não quero ocupar um lugar que não é meu, quero entrar com o meu mérito, mas preciso que a justiça seja feita”, finalizou.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Uncisal para falar sobre o caso e aguarda retorno.

OFERECIMENTO ! 

50% DE DESCONTO, DE FRENTE AO BANCO DO BRASIL – ANADIA – AL.

FONTE: CADA MINUTO

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário