Home NotíciasEsportes CSA discute jogo, mas comete erros fatais e São Paulo vence por 2 a 0

CSA discute jogo, mas comete erros fatais e São Paulo vence por 2 a 0

Por Alagoas Brasil Noticias

Em jogo grande, disputado com intensidade e contra equipe recheada de atletas de muita qualidade, erros são fatais. E o CSA cometeu dois erros dessa natureza, o que lhe custou a eliminação da Copa do Brasil, na noite desta quinta-feira (15), no Estádio Rei Pelé.

Fora de casa, o Tricolor do Morumbi aproveitou as falhas do rival no segundo tempo da partida e assegurou uma vitória tranquila por 2 a 0. Nenê abriu o marcador e, depois, Cueva, cobrando pênalti, definiu o marcador.

No primeiro gol, o lance começou em uma bola errada do meia Daniel Costa. Cueva recebeu pelo lado esquerdo, chutou cruzado e Nenê empurrou para o gol. Já no segundo lance, Diego Souza foi derrubado por Mota e, na cobrança da penalidade, Cueva mostrou qualidade, cobrou muito bem e ampliou a vantagem.

https://youtu.be/NBVpcGjz25k

Os melhores lances

Com a vitória, o São Paulo avança para a próxima fase e terá como adversário outro alagoano, o CRB.

O jogo

Aos cinco minutos, o CSA trocou bola até que Rafinha soltou o pé e arriscou de fora da área, para a defesa de Sidão. A resposta do São Paulo também veio em um lance de lateral. Eder Militão entrou pelo lado e soltou a pancada em diagonal, mas Mota defendeu em dois tempos.

Meia azulino Didira arrisca chute de fora da área, obrigando Sidão a fazer boa defesa

No minuto seguinte, o CSA novamente chegou pelo lado, mas desta vez pela direita. Talisson mostrou velocidade e agressividade, encarou a marcação e, na entrada da área, arriscou um chute cruzado. Sidão não conseguiu chegar e a bola passou muito perto do gol.

Aos oito minutos, Leandro Souza iniciou um contra-ataque e, com um lindo lançamento, deixou Didira no um contra um. O camisa 19 azulino cortou para dentro, deu mais um toque e optou por chutar para o gol. Leandro Kivel e Daniel Costa passavam e estavam melhor posicionados.

Logo no começo do tempo final, o CSA iniciou com um contra-ataque. Numa boa troca de passes entre Didira e Daniel Costa, o camisa 10 errou a assistência para o lateral Talisson e o São Paulo roubou a bola, fazendo a ligação com velocidade, quando Cueva chutou cruzado e Nenê surgiu sozinho para escorar para o fundo do gol: São Paulo 1 a 0.

Marcos Guilherme protege a bola do atacante azulino Giva

Treze minutos depois, o CSA proporcionou um lance infantil. Reinaldo cobrou um lateral com força e Diego Souza surgiu sozinho dentro da área. Mota derrubou o meia do São Paulo e o árbitro assinalou o pênalti. Com muita eficiência, Cueva bateu e marcou o segundo.

Com a desvantagem de 2 a 0 no placar, o CSA se desarrumou. O time azulino chegou a insistir, mas não conseguia chegar com eficiência, enquanto o São Paulo passou a administrar o resultado, garantindo sua classificação.

Palavra do treinador

Flávio Araújo não escondeu preocupação com desgaste da equipe, mesmo tendo usado time reserva pelo Estadual

Ao término da partida, o técnico azulino Flávio Araújo analisou a derrota em casa, externando sua preocupação com o desgaste da equipe no segundo tempo. 

“Tomamos um gol com três minutos e isso desorganizou a nossa equipe. Não tivemos força para a reação. Nossa volta para o segundo tempo foi diferente. Fizemos um primeiro tempo compactado, diminuindo os espaços e sem dar chance para a grande equipe que é o São Paulo. Ninguém pode tirar o mérito do adversário. Há erros que não se pode cometer contra time grande”, afirmou o treinador.

E para Araújo, o time azulino já precisa passar uma borracha na Copa do Brasil, voltando as atenções para o Estadual. “Foi um jogo desgastante, e isso preocupa porque nós vamos entrar em campo já no domingo para buscar a liderança do Alagoano. Por isso, vamos analisar qual a melhor formação para a partida contra o Dimensão Saúde”.

Torcida tricolor compareceu em bom número e fez a festa no Trapichão

Ficha Técnica

CSA 0 x 2 São Paulo

Copa do Brasil / 2ª Fase

Local: Estádio Rei Pelé (Maceió-AL)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (CBF-SC)

Árbitro Assistente 1: Carlos Berkenbrock (CBF-SC)

Árbitro Assistente 2: Helton Nunes (CBF-SC)

4º Árbitro: José Ricardo Laranjeiras (CBF-AL)

Renda: R$ 419.504,00; Público: 16.270 torcedores (com 14.705 pagantes)

Cartões Amarelos: Leandro Kível, Yuri , Mota (CSA) e Eder Militão (São Paulo)

Expulsões: Yuri (CSA)

Gols: Nenê (São Paulo) 3′ e Cueva (São Paulo) 16′ do 2º tempo

CSA: Mota, Talisson, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Dawhan e Yuri; Didira (Yago), Daniel Costa e Giva (Bruno Veiga); Leandro Kível (Michel Douglas)

Técnico: Flávio Araújo

São Paulo: Sidão, Éder Militão, Rodrigo Caio, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei e Hudson (Caique); Marcos Guilherme, Cueva (Shaylon) e Nenê (Valdivia); Diego Souza

Técnico: Dorival Júnior

Meia tricolor Nenê comemora o primeiro gol do São Paulo

Fonte: Gazeta Web

OFERECIMENTO:

Neste Verão !! Beba Água Mineral Onda Azul

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário