Home Geral Sob forte comoção, corpo de subcomandante de UPP é enterrado no Rio

Sob forte comoção, corpo de subcomandante de UPP é enterrado no Rio

Por Alagoas Brasil Noticias

Colegas se emocionaram durante o enterro do militar Foto: Domingos Peixoto / Agência o Globo

Foi enterrado na tarde desta quinta-feira o corpo do tenente Guilherme Lopes da Cruz, subcomandante da UPP Vila Kennedy, morto nesta quarta-feira em uma tentativa de assalto. Mais de mil pessoas acompanharam o cortejo que ocorreu no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio.

Guilherme, que tinha 26 anos e estava há três na Polícia Militar, foi muito aplaudido por colegas de farda e familiares. Cânticos como a música “Amigo”, de Roberto Carlos, e o hino do Flamengo, time da vítima, foram entoados.

Bastante emocionados, amigos de Guilherme não quiseram falar com a imprensa. Muitos usavam uma camisa branca com uma mensagem bíblica, do livro de Timóteo: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda”.

Cortejo foi acompanhado por mais de mil pessoas
Cortejo foi acompanhado por mais de mil pessoas Foto: Domingos Peixoto / Agência o Globo

Arma é encontrada

Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Lins recuperaram, na madrugada desta quinta-feira, a pistola roubada do tenente Guilherme. A arma foi encontrada em uma lixeira na comunidade da Cachoeirinha, no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio. A pistola foi levada pela Delegacia de Homicídios (DH) da Capital, que investiga o crime.

O policial foi morto quando estava numa lanchonete na Estrada do Gabinal, na Freguesia, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Ele e outros fregueses foram abordados por bandidos. O PM — que participaria de uma operação na manhã desta quarta-feira — foi morto após reagir. O tenente estava no drive-thru da lanchonete ao volante de seu carro, um Honda HR-V, quando quatro homens anunciaram o roubo. Naquele momento, o oficial retirava sua refeição pela janela do automóvel. Ele sacou sua arma e disparou.

Os ladrões revidaram e, durante o troca de tiros, Lopes da Cruz foi baleado mais de uma vez, segundo informações de policiais da DH. Pelo menos um dos criminosos também teria ficado ferido, mas ainda assim conseguiu fugir.

Policiais do 18º BPM (Jacarepaguá) foram acionados para a lanchonete e, ao chegarem ao local, encontraram o tenente caído ao lado do carro. Ele ainda foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros para o Hospital municipal Lourenço Jorge, na Barra, mas não resistiu aos ferimentos.

Tenente havia apreeendido arma de militar morto em arrastão

De acordo com a DH, o tenente Lopes havia apreendido, na Vila Kennedy, a arma do sargento Bruno Cazuca, morto na terça-feira num arrastão em Campo Grande, e uma S-10 roubada na mesma ocasião. O oficial havia ido à DH Capital, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, na noite da própria quarta, para apresentar a arma do militar.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a morte de Lopes e informou que ele estava na coporação havia três anos:

“A Polícia Militar lamenta informar que o subcomandante da UPP Vila Kennedy, 2° Tenente Guilherme Lopes da Cruz, foi morto na Estrada do Gabinal, Freguesia, após reagir a uma tentativa de roubo, na madrugada desta quarta-feira (21/02), ele estava em uma lanchonete quando foi abordado por criminosos. Mais cedo, o oficial estava na DH onde havia recuperado a arma do Sargento do Exército, morto na manhã de terça-feira (20/02), em Campo Grande. A arma havia sido recuperada na Vila Kennedy. Guilherme tinha 26 anos e estava na corporação há 3 anos”.

Fonte: Jornal Extra 

Panificação Ideal –  é um ambiente de alto nível,  com produtos de primeira qualidade, aqui você encontra: Pães, bolos, tortas, salgados e frios com a melhor qualidade da cidade de Anadia – Org. Thiago Costa e família.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário