Home Mundo Erdogan estimula crianças turcas a morrerem como “mártires” islâmicos

Erdogan estimula crianças turcas a morrerem como “mártires” islâmicos

Por Alagoas Brasil Noticias

Erdogan estimula crianças turcas a morrerem como “mártires” islâmicos

O presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan recebeu críticas por ter usado novamente uma criança para defender as operações de guerra que seu país realiza na Síria.

Em discurso aos correligionários do Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP), o mandatário ressaltou que uma menina de apenas seis anos de idade seria honrada se fosse “martirizada” lutando pelo seu país. Amine Tiras, que estava chorando perto do palco durante um congresso político na cidade de Kahramanmaras, foi chamada ao palco por Erdogan.

Após tentar mostrar afeição, beijando-a nas duas bochechas, o presidente disse aos presentes:  “Nós temos nossos boinas marrons aqui, mas boinas marrons nunca choram”, numa alusão ao corpo de elite de alta qualificação do exército de seu país.

A fala, que coloca uma criança como “mártir” ressaltou o aspecto religioso da operação Ramo de Oliveira. Desde 20 de janeiro o  exército turco está m confronto direto com os curdos na região de Afrin, norte da Síria. O combate militar contra os que chama de “terroristas” e “inimigos da Turquia” vem despertando o sentimento nacionalista na população. Durante o discurso, parte da multidão gritava: “Líder! Leve-nos para Afrin!”.

Geração fiel

Entre as mudanças determinadas por Erdogan – que saiu fortalecido após o fracassado golpe de Estado em 2016 – está o ensino do islamismo nas escolas do país. Ele disse que isso visa criar uma “geração fiel”. O novo currículo das escolas confessionais introduziu este ano o conceito de “jihad” (guerra santa) como sendo uma luta patriótica.

O número de estudantes nas escolas islâmicas aumentou muito desde 2012 e o governo anunciou que irá duplicar o financiamento para as escolas superiores religiosas este ano. Com informações das agências

Fonte: Gospel Prime

BEBA ÁGUA MINERAL ONDA AZUL !

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário