Home Geral Policiais civis denunciam ausência de peritos no IML durante os plantões

Policiais civis denunciam ausência de peritos no IML durante os plantões

Por Alagoas Brasil Noticias

Policiais civis reclamam da demora para atendimento no IML – Foto: Arquivo – ABN

Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) denuncia ausência de peritos no Instituto Médico Legal (IML) durante plantões. Segundo Ricardo Nazário, presidente do Sindpol, a queixa de outros policiais civis sobre a ausência de peritos dura há quase quatro meses. A Perícia Oficial de Alagoas relatou que o perito-geral do órgão ainda não foi notificado sobre a denúncia. 

“Há cerca de quatro meses, os policiais civis que levam os presos ao IML para a realização do exame de corpo de delito se queixam das horas gastas no instituto à espera de um perito para a realização do exame”, contou Ricardo Nazário. Segundo o presidente do Sindpol, já houve relatos de policiais que ficaram no IML durante 3h, com cerca de 15 presos, à espera da realização do exame de corpo de delito. O presidente enfatiza que esse problema está sendo constante após as 18h.

“Todos os dias da semana há reclamações de policiais devido à demora para a realização do exame. Quando eles chegam lá, são informados da falta de peritos para a realização do corpo de delito. A situação tem se agravado nos últimos meses e só acontece após as 18h”, explicou.

Ricardo relatou à reportagem que os policiais civis já foram informados de que não há hora exata para encontrar um perito disponível após as 18h. Mas, apesar disso, ele pede para que o IML informe a Polícia Civil sobre os horários exatos em que esses exames possam ser realizados, a fim de evitar mais esperas.

Segundo Ricardo, nesta manhã, o Sindpol enviou um ofício ao IML. No documento, consta uma solicitação de reunião com o diretor do Instituto. Até o fechamento desta reportagem, a Perícia Oficial havia contado que não foram notificados oficialmente sobre o documento e nem sobre a problemática relatada pelo sindicato.

Ainda em resposta à denúncia, a Perícia Oficial informou que o perito-geral do órgão, Manoel Melo, só falará sobre a questão relatada quando for notificado oficialmente. O órgão ainda enfatiza que, no momento em que for notificado, tomará as medidas dentro do direito vigente.

Fonte: Gazeta Web

PANIFICAÇÃO IDEAL, TRADIÇÃO E BOM GOSTO !

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário