Home NotíciasEsportes CRB vence CSA no primeiro clássico de 2018 e volta a liderar o Alagoano: 1 a 0

CRB vence CSA no primeiro clássico de 2018 e volta a liderar o Alagoano: 1 a 0

Por Alagoas Brasil Noticias

Mesmo bem marcado, atacante alvirrubro Neto Baiano foi bastante acionado na primeira etapa

No primeiro Clássico das Multidões do ano, disputado na tarde deste domingo, no Estádio Rei Pelé, pela 8ª rodada do Estadual, deu Galo em cima do Azulão. O CRB venceu o CSA por 1 a 0 e voltou à liderança da competição, com 16 pontos, mandando o time azulino para a vice-liderança, com 14. Além disso, o Azulão perdeu a invencibilidade no Estadual. 

O gol do Regatas foi de Juninho Potiguar, no 1º tempo, numa falha incrível do goleiro azulino Mota. O CRB ainda teve um jogador expulso, aos 26 minutos do segundo tempo. Mesmo assim, o CSA não conseguiu superar o adversário, apesar de ter adotado uma postura mais ofensiva na etapa final.

Agora, pela 9ª e última rodada da primeira fase, o CRB vai enfrentar o ASA, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, enquanto o CSA vai receber o Coruripe, no Rei Pelé. Todos os jogos desta rodada estão marcados para a próxima quarta-feira, com início às 21h45.

Como foi

O 1º tempo começou bem equilibrado. Apenas aos 13min é que surgiu uma boa chance de gol, e foi com o CSA, em cobrança de falta. Xandão foi para a bola e soltou uma bomba. A redonda carimbou a barreira e saiu pela linha de fundo, resultando em escanteio para o time do Mutange.

https://youtu.be/EvsGAcptDVc

Campeonato Alagoano: CRB 1×0 CSA – Confira lances e o gol da vitória regatiana no Rei Pelé

O jogo seguiu igual no primeiro tempo, sem muitos lances de efeito, o que facilitava a vida dos marcadores. Também por isso, os dois goleiros não tiveram muito trabalho nos primeiros minutos de partida.

Juninho aproveitou sobre de bola do goleiro para fazer o único gol do jogo

Porém, aos 22min, o CRB teve sua real oportunidade de abrir o marcador. Juninho Potiguar tabelou com Neto Baiano, penetrou na área do CSA, mas chutou fraco e o goleiro Mota segurou, sem dificuldade.

O Azulão respondeu aos 24min, com Daniel Costa. De primeira, ele lançou Josimar nas costas da zaga. O atacante dominou e chutou na saída do goleiro, mas João Carlos faz a defesa, salvando o CRB.

Em maior número, torcedor do CRB fez a festa na arquibancada do Trapichão

Aos 32min, o CRB chegou de novo com Neto Baiano. Ele recebeu de costas para o gol, acionou Juninho pela esquerda e recebeu de volta, de frente para a barra. O artilheiro regatiano soltou uma bomba, de primeira, e a bola passou raspando o travessão. Grande chance desperdiçada pelo Galo.

Mas aos 35min, o CRB não desperdiçou a oportunidade. Numa falha gritante de Mota, Ayrton lançou pela direita, o goleiro azulino “bateu roupa” e soltou a bola nos pés de Juninho Potiguar, que, mesmo sem ângulo, tocou rasteiro para fazer a festa da torcida regatiana no Rei Pelé: 1 a 0.

Zagueiro regatiano Conceição derruba Josimar na entrada da área e é expulso

O jogo passou a ficar pegado, com o CSA tentando o empate ainda no 1º tempo. E o Azulçao chegou aos 41min. Paulinho cruzou da esquerda e Xandão finalizou mais uma vez pelo alto. De cabeça, ele mandou por cima, rente ao travessão.

O árbitro Denis Serafim deu apenas um minuto de acréscimo e não houve tempo para mais nada. A 1ª etapa foi encerrada com a vitória parcial do CRB. 

Daniel Costa chutou rasteiro, tirando da barreira, mas desperdiçou a cobrança da falta

No segundo tempo, precisando buscar o resultado, o CSA voltou com uma postura diferente e, com dez minutos de bola rolando, chegou ao ataque em pelos menos quatro oportunidades. Porém, não acertava o último passe e ainda pecava na finalização.

Aos 11min, o Azulão teve mais uma boa chance. Em disputa de bola na grande área, Josimar chutou prensado e a redonda sobrou para Didira, que se desequilibrou e caiu pedindo um pênalti que não existiu. 

O Galo respondeu aos 14min. Neto Baiano recebeu no contragolpe e lançou Juninho, que acionou Willians Santana pela esquerda. O cruzamento saiu rasteiro e Paulinho fez o corte na hora certa.

Com um homem a mais, CSA também tentou pelo alto, mas não conseguiu superar a marcação regatiana, em tarde inspirada de João Carlos

O CSA seguia melhor na segunda etapa, enquanto o CRB, pressionado, só se defendia. Em uma das boas jogadas de ataque do Azulão, Anderson Conceição cometeu falta em cima de Josimar, na entrada da área, e acabou recebendo o cartão vermelho, indo para o chuveiro mais cedo aos 26 minutos. Na cobrança da falta de Daniel Costa, a bola bateu na rede pelo lado de fora, já aos 29 minutos.

E só dava CSA no ataque. Aos 33min, foi a vez de o time do Mutange chegar com Michel Douglas. O atacante foi lançado na grande área e desarmado. Na sobra, Josimar pegou de primeira e João Carlos fez grande defesa no canto direito, espalmando para escanteio.

Artilheiro Neto Baiano não perdeu a oportunidade de acompanhar a torcida na provocação ao rival

O CSA – que chegou a jogar com três atacantes – era todo pressão no final da partida, buscando o empate já na base da vontade, mas o Galo se defendia muito bem e, por isso, conseguiu segurar a vitória por 1 a 0, mesmo com um homem a menos. 

CRB – João Carlos; Ayrton, Flávio Boaventura, Anderson Conceição e Diego; Feijão, Edson Ratinho, Willians Fernandes (Juliano) e Willians Santana (Rafael Bastos), Neto Baiano e Juninho  Potiguar (Edson Borges). Técnico: Mazola Júnior. 

CSA – Mota; John Lennon, Roger, Xandão e Paulinho; Dawhan (Yago), Yuri, Daniel Costa e Didira (Caique); Giva (Michel Douglas) e Josimar. Técnico: Marcelo Cabo.

Fonte: Gazeta Web

SÃO MIGUEL DOS CAMPOS – AL.

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário