Home NotíciasPolitica POLÍTICA Collor está entre os três políticos com maior desaprovação do país

POLÍTICA Collor está entre os três políticos com maior desaprovação do país

Por Alagoas Brasil Noticias

No ranking das figuras públicas que tiveram maior desaprovação popular pela forma como atuam no país, de acordo com a pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, o presidente Michel Temer (MDB) lidera a lista com desaprovação de 93% dos entrevistados. Os ex-presidentes Fernando Collor (PTC-AL) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) aparecem com 81% e 77% de desaprovação, respectivamente.

No caso de Temer, apenas 4% disseram aprovar sua atuação. Em comparação com janeiro, a rejeição do presidente subiu um ponto percentual. Já em comparação com dezembro do ano passado, Temer teve uma melhora de quatro pontos percentuais. Na ocasião, a rejeição do emedebista era de 97%.

Collor, atual senador e pré-candidato à Presidência da República, tem sua atuação reprovada por 81% dos entrevistados e é o segundo na lista dos desaprovados. Apenas 5% aprovam sua atuação e outros 14% disseram não saber avaliar. Já o tucano Fernando Henrique Cardoso ficou em 3ª lugar no quesito, com 77% de rejeição e aprovação de 10%. O senador José Serra (PSDB-SP) aparece logo atrás de FHC, com 75% de rejeição e 16% de aprovação.

Com a margem de erro sobre a desaprovação, os dois tucanos ficam no empate. A pesquisa foi realizada presencialmente pelo Barômetro Político Estadão-Ipsos, com 1,2 mil pessoas, em 72 cidades do Brasil entre 1º e 16 de fevereiro. A margem de erro é de três pontos percentuais.

Por outro lado, o estudo aponta o apresentador Luciano Huck com a maior aprovação, 56%. Outros 35% desaprovaram sua atuação no país. O ex-presidente Lula ficou em segundo lugar com 42% de aprovação. Em comparação com o resultado de janeiro, Lula teve uma queda de 2 pontos percentuais em sua avaliação positiva. Em terceiro aparece o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, com 40% de aprovação.

Na pesquisa, foram citados os nomes de 22 figuras públicas, entre elas o ministro Gilmar Mendes, do STF. Pelo menos 75% dos entrevistados rejeitaram a forma como o magistrado conduz sua atuação na Corte em prol do país, contra 2% que aprovaram e 23% que não souberam opinar.

Os possíveis candidatos à presidência do país Rodrigo Maia (DEM-RJ), atual presidente da Câmara; Geraldo Alckmin (MDB-SP); Henrique Meirelles (PSD), atual ministro da Fazenda; Ciro Gomes (PDT-CE); e João Dória (MDB-SP) também ficaram entre os dez mais desaprovados.

Marina Silva também está entre as personalidades avaliadas e recebeu a rejeição de 63% dos entrevistados. Outros 29% aprovaram e 9% não souberam opinar. O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, aparece no estudo com rejeição de 51%. Outros 39% aprovaram sua maneira de atuar e 10% não souberam opinar. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) teve 58% de rejeição contra 24 de aprovação.

FONTE: Alagoas Web

Glauco Farma – A Popular de Anadia !

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário