Home NotíciasPolitica AO VIVO: STF julga hoje habeas corpus que pode livrar Lula da prisão

AO VIVO: STF julga hoje habeas corpus que pode livrar Lula da prisão

Por Alagoas Brasil Noticias

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Lula/Facebook/Divulgação)

São Paulo – O Supremo Tribunal Federal (STF) julga hoje o pedido de habeas corpus 152.752, no qual a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pede que ele responda em liberdade pelo processo do tríplex no Guarujá.

Lula já foi condenado em primeira instância, por Sérgio Moro, a 9 anos e meio de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. A condenação foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF4), e a pena aumentada para 12 anos e um mês.

Acompanhe ao vivo o julgamento do habeas corpus de Lula e as manifestações pelo país:


13h30 – Não é momento de impor nossa vontade, diz comandante da FAB

comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato, divulgou nesta quarta-feira, 4, boletim interno à Força Aérea Brasileira no qual afirma que o povo está “polarizado” e ordena seus subordinados a respeitar a Constituição e não se “empolgar a ponto de colocar convicções pessoais acima das instituições”.


13h – Para aliados de Lula, questão de ordem será apresentada para rediscutir prisão

A expectativa de pessoas próximas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é de que o Supremo Tribunal Federal despersonalize a discussão sobre o pedido do habeas corpus (HC) do petista e analise as ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs). Para aliados de Lula, um dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) deve apresentar uma questão de ordem no início do julgamento fazendo esse pedido.


12h30 – Temer diz que defende democracia formada por soberania popular

O presidente Michel Temer defendeu em discurso nesta quarta-feira a Constituição, a ordem jurídica e a democracia formada pela soberania popular em meio a críticas de membros do governo a decisões do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), e a comentários do comandante do Exército em redes sociais na véspera.


12h – Bolsonaro e Alvaro Dias elogiam fala de general; Manuela e Boulos repudiam

Quatro pré-candidatos à Presidência da República se manifestaram sobre as declarações do comandante do Exército, Eduardo Villas Boas. Favoráveis à prisão de Lula, os presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Alvaro Dias (Podemos) endossaram o discurso de Villas Bôas; contrários à prisão, Guilherme Boulos (PSOL) e Manuela D’Ávila (PCdoB) repudiaram o posicionamento do comandante. Ao compartilhar um tuíte do companheiro de partido e governador do Maranhão, Flávio Dino, Manuela disse que “é tempo de se fazer respeitar o Estado Democrático de Direito e a Constituição.”

Manuela

@ManuelaDavila

 

é tempo de se fazer respeitar o Estado Democrático de Direito e a Constituição. A saídas pra crise passam por mais democracia: eleições diretas, respeito ao voto popular e às liberdades democráticas. https://twitter.com/flaviodino/status/981350969354149888 

 
 

11h40 – Defesa de Lula está em compasso de espera

A defesa do ex-presidente Lula deverá aguardar as movimentações dos ministros do Supremo antes de realizar intervenção na sessão desta quarta-feira. Na noite de terça-feira, 3, os advogados de três escritórios que representam o presidente se reuniram em Brasília. A sustentação oral da defesa já foi feita pelo criminalista José Roberto Batochio na primeira sessão. Ele deverá seguir representando a defesa em caso de nova manifestação, mas não se descarta que o ex-ministro Sepúlveda Pertence suba à tribuna em nome do ex-presidente.


11h20 – Lula acompanhará julgamento com sindicalistas e movimentos sociais

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai acompanhar o julgamento que pode determinar se ele continua ou não em liberdade no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, ao lado de antigos colaboradores. Segundo pessoas que estiveram com Lula nos últimos dias, o ex-presidente está otimista quanto a um desfecho favorável de seu caso no Supremo.


11h – Bolsa cai mais de 1,5% em dia de julgamento de habeas corpus de Lula

Ibovespa abriu em queda nesta quarta-feira, em meio à cautela dos investidores antes do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) do pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Por volta das 10h13, o principal índice da Bolsa recuava 1,78%, a 83.114 pontos. Ontem, o Ibovespa caiu 0,5%, para 84.623 pontos.


10h40 – Maia defende aprovação de PEC que permite prisão após 2ª instância

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu em entrevista nesta quarta-feira à Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, a aprovação pelo Congresso Nacional de uma Proposta de Emenda à Constituição que permita o início do cumprimento da pena após condenação em segunda instância, horas antes de o Supremo Tribunal Federal (STF) julgar um pedido de habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


10h20 – Planalto não se pronunciou sobre fala de general

O presidente Michel Temer não se manifestou sobre a fala do comandante do Exército, general Villas Bôas, que disse que as forças julgam “compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade”, uma fala que foi considerada “chantagem” sobre o STF por deputados da esquerda. De acordo com a Folha de S.Paulo, dois ministros do Supremo minimizaram a declaração do general.


10h – Comandante do Exército opina sobre momento político no Twitter

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, afirmou pelo Twitter que repudia a impunidade e que o Exército está “atento às suas missões institucionais”. O general Paulo Chagas, que é pré-candidato ao governo do Distrito Federal, prestou continência virtual à fala do comandante do Exército: “Tenho a espada ao lado, a sela equipada, o cavalo trabalhado e aguardo suas ordens!!”

General Villas Boas

@Gen_VillasBoas

Asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais.

General Paulo Chagas@GenPauloChagas
 

Caro Comandante, Amigo e líder receba a minha respeitosa e emocionada continência.
Tenho a espada ao lado, a sela equipada, o cavalo trabalhado e aguardo suas ordens!!

 
 

9h30 – Como assistir ao julgamento do habeas corpus de Lula no STF

A sessão do STF que vai julgar o pedido de habeas corpus do ex-presidente está prevista para começar por volta das 14h e será transmitida pelo canal do YouTube do STF.

EXAME também acompanha ao vivo, nesta página, o julgamento.


9h – Cerca de 20 mil pessoas são esperadas em protestos

O governo do Distrito Federal esperava a presença de cerca de 10 mil manifestantes de cada lado do julgamento hoje: à esquerda da Esplanada, devem ficar os apoiadores da concessão do habeas corpus a Lula; à direita, devem ficar os contrários


8h30 – Senadores fizeram abaixo-assinado pedindo prisão

Um grupo de 13 senadores assinou uma carta a favor da prisão em segunda instância destinada à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia. No texto, os parlamentares consideram que impedir a condenação em segunda instância poderia “comprometer a funcionalidade do sistema penal ao torná-lo incapaz de punir o criminoso de forma adequada e em tempo razoável”.


8h – Distrito Federal interdita vias em dia de julgamento

O fluxo de veículos na zona central do Plano Piloto, próximo ao local onde ocorrerão as manifestações, está interditado desde a meia-noite. Para quem vem do Eixo Monumental sentido Museu Nacional, pela via S1, o acesso está interrompido pouco antes da Catedral. Dali, o trânsito é desviado para a L2 Sul. Já quem vem da L2 Norte pode acessar a N1, na direção do Teatro Nacional. O acesso ao Eixo Monumental via L4 Norte está interditado.

Fonte: Exame

https://www.youtube.com/watch?v=n-r9WtMMkQ8

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário