Home NotíciasPolitica “Alagoas não é curral dos poderosos”, diz HH sobre pré-candidatura

“Alagoas não é curral dos poderosos”, diz HH sobre pré-candidatura

Por Alagoas Brasil Noticias

Heloísa Helena (REDE).

Em entrevista à Rádio Laje FM, em São José da Laje, na tarde desta terça-feira, 17, a ex-senadora Heloísa Helena (Rede)reafirmou que o lugar dela como candidata para qualquer cargo eletivo é em Alagoas.

O questionamento surgiu quando o radialista falou sobre a perseguição política que a ex-vereadora de Maceió vem ‘tolerando’ – atualmente – pela imposição do MDB Calheirista  (segundo a imprensa local) que trabalha para derrotá-la nas urnas de 2018. 

Fato que ocorre desde a eleição de 2010, quando HH se candidatou para reaver o mandato de senadora contra Benedito (Biu) de Lira (PP) e Renan Calheiros (MDB). 

“Aqui não é curral dos poderosos. Não é curral deles [em referência aos opositores]. Sou pré-candidata à deputada federal em Alagoas porque sei que aqui é meu lugar, meu povo e minha gente. Meu domícilio eleitoral é aqui em Alagoas. Ninguém é dono de cabeças pensantes e das consciências livres do nosso Estado”, respondeu. 

Sabe-se que Heloísa mantém seu eleitorado fiel e tornou-se o nome da política alagoana que continua – como sempre escrevo – com a ética moral e preceitos políticos que não foram surrupiados, mesmo distante de mandatos.

Por outro lado, pode – e vai sim! – atrapalhar os planos de muitos pré-candidatos na briga pelas nove vagas na Câmara dos Deputados, onde pesquisas –  de bastidores – mostram a preferência do eleitorado ao seu nome. 

Ainda na entrevista – com mais de duas horas na Rádio Laje FM, a ex-senadora destacou que a ideia de sua campanha e Marina Silva – à Presidência da República – é trabalhar comitês suprapartidários nos Estados e Municípios.

Ao mesmo tempo, a ex-vereadora ressaltou que a eleição deste ano não será nada fácil para ela que terá a missão de obter o quociente eleitoral. 

“Estamos trabalhando comitês suprapartidários para ajudar na minha pré-candidatura e de Marina Silva presidente. Não é uma eleição fácil fazer quando terei que buscar um quociente eleitoral sozinha, em torno de 150 mil votos. Vai ser uma luta árdua, mas com a consciência tranquila honrando com os eleitores. Alagoas tem homens e mulheres de bem e conscientes na política. Se o povo alagoano achar que eu devo ser eleita deputada federal, estarei à disposição e coloco meu nome para aprovação da população nesta eleição”, completou. 

Para encerrar o bate-papo, Heloísa Helena deixou claro o seu objetivo em fazer política e desejou que cada cidadão alagoano vote consciente no pleito de 2018. 

“Eu tô na política por obrigação cidadã. Que as pessoas possam fazer suas escolhas. O importante é consciência tranquila e coração feliz. Melhor coração partido do que alma vendida!”, conclui HH. 

Fonte: Cada Minuto

PUBLICIDADE

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário