posso operar day trader em duas corretoras como investir com robo trader formulario para solicitar irr em operações em day trader day trade como montar uma operação golpe invest trade quanto precisa para operar day trade grupão secreto de forex e opções binárias no facebook melhor estratégia de tendência para opções binárias free forex trading course arab-latin american relations energy investment and trade investing cotações opçoes corretoras de opçoes binarias seguras free forex trading olymp trade como investir sinais de entrada opções binárias por que so me fodo em opçoes binarias olymp trade operadora
Home NotíciasPolicia Dívida de mais R$ 600 mil teria motivado morte de advogado em Ponta Verde

Dívida de mais R$ 600 mil teria motivado morte de advogado em Ponta Verde

Por Alagoas Brasil Noticias

A polícia prendeu dois suspeitos de executar o advogado José Fernando Cabral de Lima, 51 anos, assassinado no último dia 3 de abril, durante uma suposta tentativa de assalto, em seu escritório, em Ponta Verde. Irlan Almeida de Jesus e Denisvaldo Bezerra da Silva Filho seriam os dois homens que aparecem chegando e fugindo em uma moto, do local do crime. Segundo as investigações, eles teriam sido contratados pelo sócio de José Fernando, o advogado Sinval José Alves, autor intelectual do crime, pelo valor de R$ 30 mil. 

PUBLICIDADE

O motivo do crime seria uma dívida de mais de R$ 600 mil que Sinval teria com José Fernando. Sinval teria armado a situação para fazer parecer um latrocínio, por isso escolheu o escritório, onde também funcionava uma casa de câmbio.

Irlan Almeida de Jesus é natural da Bahia, para onde fugiu após o crime. Denisvaldo Bezerra da Silva Filho foi preso no bairro Trapiche, logo após a prisão do advogado Sinval, no dia 12.

Em depoimento, Sinval nega relação com o crime. Já Irlan confirma tudo, mas não assume que participou da morte. Ele afirma que não esteve no local, mas teria alugado a moto usada no crime.

PUBLICIDADE

O advogado Ronald Pinheiro, designado pela presidência da OAB para acompanhar o caso de perto, relatou ao TNH1, que será aberto um processo administrativo disciplinar no Tribunal de Ética e Disciplina, para suspender a carteira da OAB de Sinval.

Participaram da coletiva de imprensa o secretário adjunto de Segurança Pública, Manoel Acácio, o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, o coordenador da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), o delegado Eduardo Mero, a coordenadora do núcleo de inteligência da gerência da Polícia Civil, a delegada Ana Luíza Nogueira, a delegada plantonista da DHC, Paula Francinetti, e a presidente do inquérito, a delegada Simone Marques.

Fonte: TNH1

PUBLICIDADE

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário