forex trading horario de funcionamento forex auto trading australia planilha opçoes binarias youtube 2 trader vende operações antes como operar sqing trade na clear xp investimento simulador trade brasil trader investimentos investing trade de cota opções binárias fácil investir day trade por você da para operar day trade na plataforma do inter qual o brooker que melhor paga em opções binárias operação para day trader http www.trading212.com pt get-to-know-forex-trading video curso price action-trading en forex sin indicadores en español opcoes binarias dolar curso de opções binárias download gratis
Home Brasil Operação da PF mira desvio de recursos federais para educação em três estados e DF

Operação da PF mira desvio de recursos federais para educação em três estados e DF

Por Alagoas Brasil Noticias

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (9) a Operação Prato Feito, que tem como alvo cinco grupos suspeitos de desviar recursos da União destinados à educação em municípios dos estados de São Paulo, Paraná, Bahia e Distrito Federal.

PUBLICIDADE

Nesta manhã são cumpridos 154 mandados de busca e apreensão, além de afastamentos preventivos de agentes públicos e suspensão de contratação pública com 29 empresas e seus sócios.

A investigação foi iniciada em 2015, com base em informações sobre possíveis fraudes em licitações de merenda escolar em municípios paulistas apontadas pelo TCU (Tribunal de Contas da União).

Os grupos criminosos são suspeitos de atuar em 30 municípios, contatando prefeituras por meio de lobistas para direcionar licitações na área da educação, segundo os investigadores. Os recursos federais eram destinados à compra de merenda escolar, uniformes, material didático e outros serviços.

PUBLICIDADE

Os investigados devem responder por crimes de fraude a licitações, associação criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva, com penas que variam de 1 a 12 anos de prisão.

A Prefeitura de São Paulo emitiu nota à imprensa em que afirma colaborar com a investigação e que diz que, em 2017, a Secretaria da Educação fez parceria com a Secretaria da Fazenda para atualizar cobranças de multa paradas desde 2013 na questão das merendas -​um dos três processos investigados pela PF tinha multas em atraso.

A gestão municipal diz que já foram emitidas guias de pagamento de R$ 12 milhões, das quais R$ 9,2 foram pagas até fevereiro.

Fonte: TNH1

PUBLICIDADE

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário