como operar day trade no mercado americano foto forex trading formas de fazer trade investindo pouco melhores opçoes de investimento para 2018 opções binárias com bonus para iniciantes 2017 quanto ganho com opcoes binarias sala de sinais free opções binárias baixar planilha excel opçoes binarias consigo operar no olimpe trade com 10 reais sinais de opçoes binarias gratis login da circuit trade investimentos come fare trading sul forex diferença em operações de day trade que horas posso operar opções binárias xxl scalping forex trading systems optionbr3 como operar trade iq 2019
Home NotíciasPolitica PRESOS POR CORRUPÇÃO EM CUIABÁ DEPUTADO E SECRETÁRIO QUE É PRIMO DO GOVERNADOR

PRESOS POR CORRUPÇÃO EM CUIABÁ DEPUTADO E SECRETÁRIO QUE É PRIMO DO GOVERNADOR

Por Alagoas Brasil Noticias

DEPUTADO E EX-CHEFE DA CASA CIVIL DE MT SÃO PRESOS POR SUPOSTAMENTE PARTICIPAREM DE DESVIO DE RECURSOS DO DETRAN-MT

O deputado estadual Mauro Savi (PSB) e o ex-chefe da Casa Civil, Paulo César Zamar Taques, primo do atual governador Pedro Taques (PSDB), foram presos na manhã desta quarta (9). A ação faz parte da segunda fase da Operação Bereré, deflagrada em fevereiro deste ano, que investiga um esquema que desviou dinheiro do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT).

PUBLICIDADE

O esquema foi denunciado pelo irmão do ex-governador do Mato Grosso Silval Barbosa (MDB). Antônio Barbosa já teve sua delação homologada no Supremo Tribunal Federal (STF), no ano passado.

Segundo o irmão do ex-governador, o esquema permitia fraude no serviço de registro de contratos de financiamento de veículos, por meio de uma emrpesa ligada a ele. Mauro Savia e Paulo Taques foram apontados como integrantes do esquema.

Seis mandados de prisão foram expedidos. Desse total, cinco já foram cumpridos. Além de Savia e Taques, um dos alvos da operação é o empresário José Kobori, preso em Brasília. Cinco mandados de busca e apreensão são cumpridos em Cuiabá, São Paulo e no Distrito Federal.

A ação é liderada pelo Núcleo de Ações de Competência Originária (NACO) Criminal e pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público Estadual (MPE).

Fonte: Diário do Poder

PUBLICIDADE

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário