quando opçoes binarias ficam com 95 licro trader web sem permissão para operar resolvido porque opções binárias e proibida ativa investimento horario day trade verao começando do zero na opçoes binarias método soros opções binarias alguem ficou rico com opções binarias como investir na olymp trade sem perder dinheiro 2019 opções binárias retração programa para operar day trade mini dolar indicadores opções binarias gratis melhores corretoras de investimentos para trader livro forex trading kenji sasaki trader investimentos fibonacci estocástico bollinger filetype pdf operando day trade horario melhor estrtégia para opções binárias drive de curso de opções binárias rioz
Home NotíciasEsportes Mais uma vez decisivo, Didira marca no início da segunda etapa e garante a quarta vitória azulina no Brasileirão

Mais uma vez decisivo, Didira marca no início da segunda etapa e garante a quarta vitória azulina no Brasileirão

Por Alagoas Brasil Noticias

Didira marcou o gol que garantiu a vitória do CSA, diante do Boa Esporte | Fotos: André Cruz

CSA está de boa no Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando na tarde deste sábado (12), no Estádio Rei Pelé, o Azulão conquistou mais uma vitória importante na competição, desta vez sobre o Boa Esporte-MG, por 1 a 0, manteve os 100% de aproveitamento em casa e assumiu a liderança provisória da Segundona nacional, com 12 pontos.

PUBLICIDADE

O Azulão tem o mesmo número de pontos do Vila Nova – segundo colocado – e dois a mais que o Fortaleza – em 4º com 10. As duas equipes ainda jogam no encerramento da rodada e podem ultrapassar o clube marujo. Já o Boa ainda não pontuou e é o lanterna da competição.  

 

O gol do CSA foi assinalado por Didira, logo no comecinho do 2º tempo, fazendo a festa azulina no Rei Pelé, que recebeu um ótimo público.

Agora, o CSA voltará a campo pela Série B, no próximo dia 19, para enfrentar o Londrina, às 16h30, no Estádio do Café, em Londrina-PR. Já o Boa Esporte vai encarar o Coritiba, no mesmo dia, mas às 19 horas, em casa, no Municipal de Varginha.

Como foi

O jogo começou muito rápido, com as duas equipes lá e cá. Mas foi o Boa quem primeiro levou perigo ao Azulão. Aos 6 minutos, o time azulino saiu jogando errado, Wilian Barbio ficou com a bola e deu um lindo lançamento para Douglas Baggio. O meia ficou cara a cara com Cajuru e finalizou, obrigando o goleiro a fazer uma linda defesa.

O CSA tinha mais posse de bola, mas não chutava em gol e não levava perigo à meta defendida por Fabricio. O Boa jogava bem fechado e tentava explorar as jogadas de contra-ataque, enquanto faltava ao CSA qualidade no último passe e mais ousadia, o que passou a irritar o torcedor nas arquibancadas.

https://youtu.be/r4N-Qf6MdqQ

Aos 27, o camisa 10 azulino, Daniel Costa, recebeu na intermediária, se livrou da marcação, mas na hora do passe para Michel Douglas, pegou mal na bola e mandou nos pés de Erick, que saiu jogando. Aos 33 minutos, de novo Daniel Costa teve uma boa chance, desta vez na cobrança de falta, mas pegou mal na bola e a redonda parou na barreira, sem perigo.

O time azulino seguia sem arriscar e quando a primeira etapa se encaminhava para o final, o time mineiro ainda assustou. Alyson apareceu dentro da área, ajeitou para Talyson, que tentou finalizar e acabou furando. Na sobra, o próprio Alyson chutou e Cajuru efetuou uma boa defesa, livrando o CSA.

2º tempo

O CSA voltou bem no segundo tempo e já abriu o placar logo no primeiro minuto de bola rolando. Após receber um lindo passe de Ferrugem, o meia Didira, com tranquilidade, tocou rasteiro, no canto direito e na saída do goleiro Fabricio: 1 a 0, levantando a torcida azulina nas arquibancadas. Detalhe: esse foi o terceiro gol de Didira nesta Série B. Ele é o artilheiro do Azulão, ao lado de Michel Douglas. 

Depois de sofrer o gol, o Boa tentava se organizar em campo, enquanto o CSA cresceu na partida e dominava as ações. Aos 11min, Walter, que entrou na segunda etapa, no lugar de Daniel Costa, bateu fechado e Barbio afastou o perigo.

Aos 17min, o Boa teve um bom momento pela direita, quando Daniel Cruz (que entrou nessa etapa da partida) tocou para trás e Tallyson bateu de primeira, mas Cajuru caiu no canto esquerdo e fez a grande defesa, para alívio do CSA. Aos 23min, de novo o Boa tentou. Barbio achou Thallyson na área do CSA e ia lançar, mas a defesa azulina acabou com a festa do time de Varginha. 

Aos 28min, foi a vez de o Azulão responder com perigo. Walter bateu o escanteio na pequena área, mas Fabrício tirou de soco, para sorte do Boa. Um minuto depois, Niltinho cruzou da direita e Didira cabeceou por cima do gol, mas estava em posição de impedimento. Aos 33min, Didira deixou o campo de jogo, sentindo cãibras, e deu a vaga para Hugo Cabral. E saiu aplaudido pela torcida do Azulão. 

Após as várias mudanças, por parte dos dois times, o jogo caiu um pouco de ritmo. E recomeçou com o CSA no ataque. Aos 35min, Walter tentou jogada individual, se atrapalhou, e a bola ficou com Edinho. Ele tentou o passe para Michel, mas acabou errando.

Aos 35min, o Boa partiu, tentando o empate. Ygor, outro jogador do Boa que entrou no 2º tempo, avançou pela intermediária, tentou o chute, mas a bola resvalou no zagueiro Xandão e foi para a lateral. Já o CSA respondeu aos 41min. O atacante Hugo Cabral foi lançado na ponta direita, percebeu a saída do goleiro Fabrício e bateu por cobertura, mas errou feio e a bola passou longe do gol.

O jogo chegava aos acréscimos finais do árbitro e o CSA, à frente do placar, administrava o resultado e se defendia; quanto ao Boa, exercia pressão, tentando fazer o gol de empate. A torcida azulina já fazia a festa em todo o estádio, cantando e já comemorando mais uma vitória do CSA. E aos 49min, o Boa ainda teve um jogador expulso: Arthur, que recebeu o cartão vermelho, por pisar em Niltinho.

O árbitro tinha dado quatro minutos de acréscimos e deu mais dois minutos, e o jogo foi até os 52 minutos. Mas como não havia tempo para mais nada, a torcida azulina continuou cantando nas arquibancadas, até o apito final do árbitro.

 CSA – Cajuru; Muriel (Celsinho), Leandro Souza, Xandão e Echeverría; Edinho, Ferrugem, Daniel Costa (Walter) e Didira (Hugo Cabral); Niltinho e Michel Douglas. Técnico: Marcelo Cabo.

Boa Esporte – Fabricio; Erick, Gustavo, Arthur e Elivelton;  Amaral, Machado, Douglas Baggio e Thallyson (Jhon Cley) Alyson (Daniel Cruz) e Wilian Barbio (Ygor). Técnico: Daniel Paulista.

Fonte: Gazeta Web

PUBLICIDADE

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário