ciclos rosas e azuis em opções binárias com quanto operar bolsa day trade como tomar melhores decisoes em opçoes binarias declaração para operações de day trade operações com day trade no imposto de renda corretoras de opções binárias impossível de ganhar como operar no olymp trade sem perder dinheiro forex prop trading ddfx forex trading system opções binárias é proibida em portugal como opera a boleta trade kotra korea trade & investment promotion agency opçoes binarias sem deposito 2018 best broker for forex trading como operar no olymp trade sem perder dinheiro linha de tendencia de alta e baixa opções binárias swing trade o que investir
Home Alagoas Mais de 50 prefeituras de AL ‘estouram’ LRF

Mais de 50 prefeituras de AL ‘estouram’ LRF

Por Alagoas Brasil Noticias

Das 102 prefeituras de Alagoas, estima-se que mais de 50% não cumprem a Lei de responsabilidade Fiscal (LRF). A lei limita em 54% dos gastos da receita municipal com o pagamento da folha de servidores públicos. Fontes das prefeituras, da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e gestores revelaram para a reportagem o problema e acusam a crise política, econômica e administrativa do governo federal como a principal responsável pela situação.

PUBLICIDADE

De acordo com os prefeitos, os repasses de recursos públicos destinados a educação, saúde e assistência social e outros programas transferidos para os municípios estão congelados ou tiveram repasses mínimos. 

Somado a isto, as prefeituras enfrentam os efeitos da recessão, como o crescimento do desemprego, da falência de indústrias, do comércio e a consequente queda na arrecadação. Estes fatores obrigaram os prefeitos a “estourarem” a LRF.

Como se isto não bastasse, a maioria das prefeituras também não obedece as normas que regulam a aplicação do Fundo Especial de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e valorização dos profissionais da Educação (Fundeb). 

Pela regra federal, dos recursos destinados aos municípios 60% se destinam ao pagamento dos profissionais e 40% à infraestrutura de desenvolvimento do setor. 

Fonte: Rota do Sertão

PUBLICIDADE

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário