Home » Denúncia contra Chicão é investigada pela FAF

Denúncia contra Chicão é investigada pela FAF

Por Alagoas Brasil Noticias

O nome do árbitro alagoano Francisco Carlos do Nascimento, o Chicão, apareceu nas investigações da Polícia Civil, que, liberou, inclusive, o áudio de uma conversa do juiz com o presidente do Campinense, William Simões, antes da primeira partida da final do Campeonato Paraibano.

PUBLICIDADE

O presidente da Comissão Estadual de Arbitragem de Alagoas (CA-AL), Charles Hebert, já se manifestou com relação ao grave assunto:

– Convocamos o árbitro hoje à tarde lá na federação. Ele esteve lá e passou a mesma versão que passou para a reportagem do GloboEsporte.com lá da Paraíba. A gente pediu que fizesse um relatório, explicando toda a situação, e a gente vai encaminhar, tanto para a corregedoria da federação, para o doutor Osvaldo Júnior, como também para a corregedoria da CBF. Isso para que tudo seja esclarecido. A gente perguntou se ele tinha sido convocado para prestar algum depoimento, pelos órgãos de segurança da Paraíba, e ele disse que não. Está tudo no campo aí das suposições, acusações, mas a gente vai esperar o desfecho para que tudo seja apurado – explicou o presidente da CA-AL.

PUBLICIDADE

De acordo com Charles, Francisco Carlos demonstrou tranquilidade e disposição para colaborar com as investigações. O presidente da CA-AL também defendeu Chicão.

– O árbitro se prestou, de boa fé, (liberando) o sigilo telefônico, sigilo bancário. Até que se prove o contrário, a gente acredita na inocência do árbitro. Essas coisas de pessoas estarem querendo acertar com árbitro sem o árbitro estar sabendo é uma prática antiga, que a gente pensou que tivesse sido extirpada e ainda não foi extirpada no cenário. Inclusive, a corregedoria da CBF fala todos os anos sobre esse assunto.

Chicão apareceu em uma interceptação telefônica durante uma conversa com o presidente do Campinense, William Simões, antes da primeira partida da final do Campeonato Paraibano. O material divulgado mostra que os presidentes dos clubes que disputaram a final do campeonato tentaram assediar o árbitro para se favoreceram ao final do resultado da partida.

Fonte: Globoesporte/AL

PUBLICIDADE

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário