opções binárias digital buy sell pending mt4 opções binárias curso de opções binarias olymp trade indicadores gratis para mt4 opçoes binarias carry trade forex trading strategy alugar sala comercial para operar trade opçoes de investimento itau personalitté como operar mini indice na trade zone futuro das opções binárias margem para operar swing trade mini índice como operar em opções binarias quais melhores opçoes de investimento imobilia forex swing trading signals all about forex trading corretoras de opçoes binarias nos eua tipos de investimentos day trader xp investimentos x xp trader
Home NotíciasPolitica Novo modelo de gestão não emplaca e Teófilo perde quatro secretários em 18 meses

Novo modelo de gestão não emplaca e Teófilo perde quatro secretários em 18 meses

Por Alagoas Brasil Noticias

Rogério perde quatro secretários e gestão vive um drama
7 Segundos/ Arquivo

Em menos de 18 meses de administração, Rogério Teófilo (PSDB), prefeito de Arapiraca, já perdeu quatro secretários. A debandada partiu dos nomes mais fortes que compunham o projeto do tucano de formar um “novo modelo de gestão”, com titulares de relevância política e/ou técnica.

Até agora, as baixas foram na Agricultura e Meio Ambiente (Júlio Houly), Desenvolvimento Econômico e Turismo (Ricardo Barreto), Vanessa Sampaio (Serviços Públicos) e Mônica Pessoa (Educação). Ainda em 2017, ocorreu a exoneração da superintendente de Iluminação, Deisy Rafaella Pessoa Santos.

PUBLICIDADE

O primeiro a abandonar a administração foi Júlio Houly em Maio de 2017. Alegou problemas pessoais. Em Abril deste ano, Ricardo Barreto pediu exoneração para concorrer a deputado federal, o que já sinalizava uma disputa interna com o deputado Severino Pessoa que também é pré-candidato a federal e um dos ‘investidores’ da campanha de Teófilo em 2016.

Na última quinta-feira (17) mais um abalo na administração. Alegando rompimento político com o prefeito, Severino Pessoa articulou a saída de duas secretárias indicadas por ele: Vanessa Sampaio e Mônica Pessoa. Em sua Carta Aberta aos arapiraquenses, Mônica acusa o prefeito de ser omisso e de ter promovido irregularidades em sua gestão.

Morosidade

A ex-secretária revela que muitos projetos não saíram do papel por conta da morosidade, muitas amarras (burocracia) e falta de autonomia. Ela revelou também que algumas secretarias (Planejamento, Licitação e Obras) em nada contribuíram para o melhor desempenho de sua pasta.

Com muita humildade e honestidade, vim com o propósito de fazer uma educação de alto nível, condição essa acordada com o prefeito Rogério Teófilo na oportunidade em que recebi o convite. Porém, diante das inúmeras irregularidades e a omissão do gestor, o nosso projeto foi inviabilizado, desestimulando o trabalho de uma equipe séria, comprometida com a melhoria da Educação”, diz um trecho da carta.

O clima na Casa Azul não é nada confortável. No entra e sai de servidores e de pessoas que buscam diariamente os serviços públicos no Centro Administrativo é possível ver e, principalmente ouvir, os comentários sobre o drama vivenciado na administração que ainda não ganhou ‘ritmo de jogo’ em Arapiraca e que pode ter mais baixas nos próximos dias.

Fonte: Sete segundos

 

PUBLICIDADE

 

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário