plataforma para operar no day trade curso sobre opções binárias corretora de opçoes binarias gratis que tem a fibonacci completa ecn forex trading platform trade finance operations platform singapore ficar rico com opcoes binarias investe ball sports trader know trader opçoes binarias baixa indicador caixxa opçoes binarias opções binarias 5 minutos sinais gratis para opçoes binarias corretora de opções binárias que aceita o minimo 10 reais opera trade marketing qual o melhor aplicativo para investir em opcoes binarias guia analise opções binárias best forex trading online platform grupo de opções binarias telegram
Home NotíciasPolitica Temer deve anunciar desistência de reeleição em evento do MDB

Temer deve anunciar desistência de reeleição em evento do MDB

Por Alagoas Brasil Noticias

O presidente Michel Temer avalia anunciar oficialmente na próxima terça-feira (22) a desistência de uma candidatura à reeleição. No mesmo evento, ele deve comunicar seu apoio ao ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles como o nome do MDB para disputar o Palácio do Planalto em outubro.

A ideia é de que o anúncio seja feito em evento que lançará o documento “Encontro com o Futuro”, que será usado como a plataforma do partido para a sucessão presidencial.

Em conversas reservadas, o presidente reconhece não ter viabilidade eleitoral para disputar o cargo. Ele tem dito que aumentou o volume de críticas desde que manifestou interesse em seguir no posto.

Apesar de já ter sido convencido a formalizar na terça-feira (22) sua saída da disputa, Temer disse a assessores e auxiliares que só tomará a decisão final na noite de segunda-feira (21), quando fechará seu discurso para o encontro.

A ideia inicial do presidente era confirmar a sua desistência apenas em julho, às vésperas das convenções partidárias. Sob pressão de seu próprio partido, contudo, ele decidiu antecipar o anúncio.

PUBLICIDADE

A cúpula da sigla vem reclamando que a insistência dele de manter a candidatura estava atrapalhando as negociações com partidos aliados para a formação dos palanques nacionais e estaduais.

Na última pesquisa Datafolha, de abril, o governo do emedebista apareceu com um índice de 70% de rejeição. Para a disputa deste ano, ele tem 2% das intenções de voto e 64% não votariam nele de jeito nenhum.

O ex-ministro da Fazenda também tem um percentual baixo, de 1%, mas o seu índice de rejeição é bem menor, de 17%, o que indica uma margem de crescimento.

Com a decisão de não ser candidato, Temer já escalou o presidente do conselho nacional do Sesi (Serviço Social da Indústria), João Henrique Almeida Sousa, e o marqueteiro Elsinho Mouco para a campanha presidencial de Meirelles.

O documento que será lançado é uma espécie de continuação do “Ponte para o Futuro”, de outubro de 2015, criado às vésperas do impeachment da então presidente Dilma Rousseff.

O texto de 2015 trazia uma análise conjuntural do país e estabelecia metas a serem cumpridas. Ele foi usado como base para o governo do presidente Michel Temer, que assumiu o comando do Palácio do Planalto em maio de 2016.

Fonte: Folhapress
 
PUBLICIDADE

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário