download curso opções binárias drive mega opções binárias maio 2018 curso de trader em opções binárias do básico ao avançado simulador de investimento em ações fast trade gratuito onde colocar o stop na operação day trade atom impera trader como calcular investimento forex gold trading opções binárias capital de risco qual a melhor forma de operar trade trade investimento trader group carteira de investimentos eireli como investir no trads livro sobre opções binárias pdf quais os melhores horários para operar opções binárias day trade operando imperium trader investimento investir opçoes binarias a noite
Home Mundo Cuba pode levar até um ano para concluir investigações sobre acidente

Cuba pode levar até um ano para concluir investigações sobre acidente

Por Alagoas Brasil Noticias

Três dias após o acidente aéreo em Cuba, que matou 110 pessoas, as autoridades cubanas intensificaram as investigações para esclarecer as causas da queda do avião, na última sexta-feira (18), nos arredores de Havana (Cuba), e o processo de identificação das vítimas. As investigações sobre as causas do acidente podem levar até um ano, já a identificação das vítimas deve ser concluída em um mês. 

PUBLICIDADE

O Instituto de Medicina Legal informou que foram identificados 33 mortos. Apenas três mulheres sobreviveram e estão em estado grave.

Reconhecido como um dos principais especialistas de Cuba pelo trabalho que desenvolveu nas buscas e descobertas dos restos do guerrilheiro argentino-cubano Ernesto Che Guevara, na Bolívia, Jorge González disse que o processo de identificação das vítimas deve durar mais um mês. Porém, de acordo com ele, as investigações sobre as causas do acidente podem levar até um ano.

O ministro de Transporte de Cuba, Adel Yzquierdo, afirmou o bom estado da caixa-preta, que guarda a troca de comunicação da aeronave, do Boeing-737-200 da companhia mexicana Damojh arrendada pela Cubana de Aviação, deve ajudar nas investigações.

Yzquierdo disse que a comissão encarregada de investigar as causas da tragédia segue os protocolos internacionais. Dois especialistas da aeronáutica do México também participam das investigações.

PUBLICIDADE

Autoridades cubanas informaram que o governo de Cuba aceita a colaboração de especialistas estrangeiros para as investigações.

À bordo da aeronave, que fazia a rota Havana-Holguín, estavam 113 pessoas, das quais 102 cubanos, seis tripulantes mexicanos, dois turistas argentinos e uma mexicana, e duas saarauís residentes na ilha caribenha. Havia ainda um bebê, de dois anos, e quatro crianças cujas idades não foram divulgadas.

As três mulheres sobreviventes estão em estado crítico extremo e com prognóstico sigiloso, no Hospital Universitário General Calixto García, de Havana.

Fonte: Agencia Brasil 

PUBLICIDADE

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário