Home » Dono da Griffe do Frango é acusado de dar golpe de mais de R$ 2 milhões em empresa no Paraná

Dono da Griffe do Frango é acusado de dar golpe de mais de R$ 2 milhões em empresa no Paraná

Por Alagoas Brasil Noticias

O dono da Grife do Frango, Cláudio Siqueira Martins Júnior, é acusado de um golpe de mais de R$ 2 milhões na empresa Avenorte Avícola Cianorte, no município de Cianorte, estado do Paraná. Segundo os advogados da Avenorte, Cláudio se utilizou das empresas Teixeira e Santos Comercial de Alimentos e a F A Comércio de Laticínio, para comprar em 2016 toneladas de produtos, num total de R$ 2.388.920,50, e até hoje tem uma dívida de 1.218.626,70 que se recusa a quitar.

Um dos advogados da empresa paranaense, Agnaldo Damasceno, diz que os produtos comprados foram estocados em Maceió na Martins & Almeida, empreendimento o qual Cláudio é sócio. Ao perceber indícios de irregularidades nas duas empresas com que fez negócios, a Avenorte as denunciou à Secretaria da Fazenda de Alagoas, o que resultou na chamada Operação Polhastro, deflagrada em 2017 para investigar sonegação de impostos e lavagem de dinheiro envolvendo 20 empresas no estado.

“A primeira empresa foi aberta em 2 de agosto de 2016, sendo que o telefone e email para contato são os mesmos da Martins & Almeida, e a segunda não estava habilitada junto à Receita Estadual, tendo sido baixada a sua inscrição, de forma ardilosa e deliberada, após a compra”, conta o advogado, afirmando que dos mais de R$ 2 milhões devidos, as empresas pagaram R$ 1.679.890,78 e foi feito um acordo para o restante do pagamento com Cláudio Siqueira, que não chegou a ser cumprido.

O advogado assegura que está noticiando o ocorrido na delegacia de Defraudações de Maceió e adotando outras medidas judiciais, além de pedir a prisão preventiva do empresário, “para evitar que ele venha fazer essa prática criminosa novamente, causando prejuízos aos fornecedores”, informa Agnaldo Damasceno. Na Operação Polhastro, a Griffe do Frango foi o principal alvo das investigações, uma vez que seu proprietário, Cláudio Siqueira, foi acusado de ter provocado a maior parte dessa fraude que causou um prejuízo milionário ao Tesouro Estadual.

Fonte: Cada Minuto

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário