trader mercado de opçoes binarias olymp opções binarias bloomberg forex trading news brokers regulado de opções binárias opções binárias para iniciantes 2016 eu4 trade company investments 3d trade investimentos calote blue trade invest franca operações day trade cobram por ordem imediata operando day trade celular como operar na xp trader melhor corretora de opções binárias do mundo diferença entre opções binárias e digital que sao opções binárias wikipedia opções binárias clubinarias 5.1 indicator opções binárias qual o melhor investimento para day trade
Home Geral Conselho aprova redução de emissão de carbono para os próximos 10 anos

Conselho aprova redução de emissão de carbono para os próximos 10 anos

Por Alagoas Brasil Noticias

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) aprovou hoje (5) as metas de descarbonização previstas na Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio). Pela proposta, o governo se compromete a reduzir em 10%, até 2028, as emissões de carbono na matriz de combustíveis do país. O texto segue agora para o Palácio do Planalto.

O objetivo é passar dos atuais 74,25 gramas equivalentes de dióxido de carbono por Megajoule (CO²/MJ) para 66,75g CO²/MJ, o que corresponde à retirada de 600 milhões de toneladas de carbono da atmosfera. Para tanto, entre outros pontos, o programa pretende ampliar a participação dos combustíveis renováveis de forma compatível com o crescimento do mercado.

A intenção é ampliar para 18% a participação dos biocombustíveis na matriz energética até 2030. De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), com o programa, o país sinaliza que vai buscar um caminho cada vez mais sustentável em sua matriz de combustíveis. “O RenovaBio é um caminho de mudança e transformação, responsável por importantes conquistas na redução de emissões de gases de efeito estufa”, disse o ministro Moreira Franco.

Com a aprovação das metas, o próximo passo será a regulamentação dos mecanismos de certificação da produção de biocombustíveis e do crédito de descarbonização (CBIO).

Pré-sal

O CNPE também discutiu as rodadas de licitação do pré-sal. Para o conselho, a recente greve dos caminhoneiros não deve atrapalhar a realização da 4ª Rodada de Partilha da Produção, prevista para a próxima quinta-feira (7). A expectativa do governo é arrecadar R$ 3,2 bilhões no certame.

Serão oferecidas as áreas de Itaimbezinho, Três Marias, Dois Irmãos e Uirapuru, nas bacias de Campos e Santos. A Licitação dá continuidade ao calendário de rodadas, que contribuem para a retomada do setor e atraem investimentos ao país.

O Conselho discutiu ainda alterações nos setores e bacias relativas à 16ª Rodada de Licitações, prevista para ocorrer em 2019 e uma proposta de realização da 17ª e da 18ª rodada para o biênio 2020-2021.

Fonte: Agência Brasil

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário