free online forex trading education e trade investments currículo eduardo melo trader prime invest qual melhor moeda binaria para investir operar com ninja trader bovespa video video day trader operando canal de forma corretamente como operar b3 na olymp trade como negociar opçoes binarias forex trading marcelo mattos opções binárias paises proibidos como mexer com investimento implicações juridicas trader edgar abreu alíquota de ir em operação nao day trade como declarar imposto de renda de operações day trade o que é operara em swing trade operações comuns day trade com declarar best forex trading times australia china international fair for investment and trade
Home Geral ‘Hoje, o gordinho virou mariquinha’, diz Bolsonaro ao criticar politicamente correto

‘Hoje, o gordinho virou mariquinha’, diz Bolsonaro ao criticar politicamente correto

Por Alagoas Brasil Noticias

Pré-candidato à Presidência da República, o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) criticou nesta quarta-feira (6) o politicamente correto e disse que a questão de ódio é uma discussão secundária no Brasil.

PUBLICIDADE


“No meu tempo de moleque, chamava você de gordinho, quatro olhos, não tinha problema nenhum. O gordinho, geralmente, quando ia para pelada, você chamava de gordo, ele saía na pancada. Hoje, o gordinho virou mariquinha. Vamos acabar com essa frescura. Isso não é o problema do Brasil. […] Essa questão de ódio é secundária”, disse Bolsonaro, destacando que “tem que deixar o politicamente correto de lado”


Esquivando-se de responder a perguntas mais profundas, principalmente sobre economia, em sabatina promovida pelo jornal Correio Braziliense, Bolsonaro disse que “presidente da República não cria emprego” e que “temos que desburocratizar muita coisa, desregulamentar”.

O pré-candidato falou em “diminuir o tamanho do Estado”, mas se recusou a responder que estatais privatizaria.
“Não é zerar as estatais, mas diminuir e o que puder jogar para a iniciativa privada, jogar”, afirmou.
Ao comentar os preços da Petrobras, não respondeu se mudaria a política de preços da empresa e criticou o percentual de ICMS, imposto que vai para os estados. Em média, 28% do preço da gasolina na bomba corresponde a este tributo.

“O ICMS é um absurdo, um verdadeiro estupro o percentual cobrado. Se o estado quebrar, é sinal de que o contribuinte quebrou antes dele. Não podemos tentar salvar estado simplesmente botando na guilhotina a cabeça dos brasileiros”, afirmou Bolsonaro.
Em 48 minutos de perguntas e respostas, considerou a criação de um programa “Minha primeira empresa”, “para que cada um sinta o que é ser patrão no Brasil”, e minimizou as críticas a superlotação dos presídios do país.

“A chance de alguém que praticou um furto ficar detido é zero, junto a audiência de custódia. Tem que acabar com isso. E não vem com essa historinha ‘ah, os presídios são cheios e não vai recuperar ninguém’. É problema de quem cometeu o crime”, declarou.
Em entrevista após a sabatina, Bolsonaro também chamou de estupro uma eventual participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso, nestas eleições.

Fonte: Folhapress
 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário