cuanto dinero necesito para empezar trading en forex como funciona o robo de opções binárias sinais investing operacoes binarias iss operações de day trade mentoria opções binarias investi opcoes binarias estrategias de opções binárias investimento no trader club é seguro forex robots trading christmas new years eve estratégias para opções binárias operar indice pela active trades trader operando ao vivo no mini indice curso presencial opções binárias opções digitais é o mesmo que opções binárias best 100 forex trading strategies ultimate guide for 2018 corretoras de opçoes binarias regulamentadas nos eua estrategia para operar co trades
Home NotíciasPolicia Operação Sem Fronteiras desarticula organização responsável por ataques a banco em Alagoas

Operação Sem Fronteiras desarticula organização responsável por ataques a banco em Alagoas

Por Alagoas Brasil Noticias

Operação Sem Fronteiras | Reprodução

Durante coletiva de imprensa, realizada nesta segunda-feira (11), na Secretaria de Estado da Segurança Pública, foi repassado os detalhes da Operação Sem Fronteiras.

Após três meses de investigação, a Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) prendeu os integrantes de uma organização criminosa responsável por vários ataques a bancos em Alagoas. As investigações tiveram início em março deste ano, após a ocorrência de ataques a carros-fortes e explosões em agências bancárias no Sertão alagoano.

O trabalho conseguiu detectar que o grupo foi o responsável pelos ataques às agências bancárias de Piranhas, Poço das Trincheiras, Pariconha, Pão de Açúcar, além de ações nos Estados vizinhos de Pernambuco e Sergipe.

A operação para cumprimento dos mandados foi deflagrada na última quinta-feira (7) e encerrada na sexta-feira (8). Participaram equipes da Polícia Militar de Sergipe, do 9º e do 11º Batalhões da Polícia Militar de Alagoas, Deic, Seção de Roubo a Banco (Serb), Delegacia de Roubos de Cargas e Veículos, Seção Anti Sequestro da Deic e, também, o Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE).

As prisões aconteceram em Delmiro Gouveia e Canindé de São Francisco (SE). Nos dois dias foram presos Arthur Gomes Ferreira, de 33 anos; Manoel Virgínio da Silva, de 34 anos; Alan Jonny Campos Rodrigues, de 33 anos; Renato dos Santos, de 49 anos; Albieri Barbosa Melo, de 40; José Barros Júnior, de 34 anos; e Egildo Luiz Gomes, de 33 anos.

Durante o cumprimento dos mandados no município de Piaçabuçu, Antônio Ananias dos Santos, de 43 anos; Rafael Oliveira Leite, de 33 anos; e Sérgio Inacio Araújo da Silva, de 39 anos, efetuaram disparos contra as equipes policiais, que tiveram que responder à agressão. Eles foram feridos e entraram em óbito.

De acordo com o delegado Mário Jorge Barros, diretor da Deic, o grupo montou sua base no Litoral Sul de Alagoas. No povoado do Miaí de Cima, em Coruripe, a polícia encontrou um arsenal e cerca de 30 quilos de explosivos, que a polícia acredita que seriam utilizados em novas ações.

Além dos explosivos foram apreendidos três rifles calibre 44; um fuzil calibre 762; duas espingardas calibre 12; três revólveres calibre 38; quatro coletes à prova de bala; luvas; grampos; munições; além de veículos dos modelos Hilux, Frontier, Ônix e Corolla.

Para o secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, o trabalho realizado coloca Alagoas em um patamar que poucos Estados do país conseguiram chegar na questão de resolução de assaltos a banco.

“Esta operação elucida os últimos ataques realizados em Alagoas, prendendo os integrantes de mais uma organização criminosa e apreendendo com eles vasta quantidade de armamento e explosivos. Temos que parabenizar todas as equipes empenhadas nesse trabalho e dizer que as ações de combate aos assaltos a banco não param em Alagoas”, afirmou.

Fonte: Agencia Alagoas

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário