qual melhor corretor para investir em opcoes binarias e possivel investi em trade com 200 reais forex crude oil trading strategy como interpretar grafico opçoes binarias planilha de investimentos day trader excel gratis forex trading order types home broker xp investimentos day trade grafico op teck opçoes binarias gerenciamento de risco em opções binárias curso de opções binarias olymp trade optionbr3 apostila opções binárias pdf os melhores trader para operar para terceiros download trading system forex gerenciador opcoes binarias qual valor minimo para começar investir nobday trade investimento mínimo day trade
Home Brasil Após atrito com Temer, ministro da Cultura nega que irá pedir demissão

Após atrito com Temer, ministro da Cultura nega que irá pedir demissão

Por Alagoas Brasil Noticias
O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, negou que tem intenção de pedir demissão do seu cargo. Na tarde desta terça (12), a Agência Brasil, portal de notícias vinculado ao governo federal, divulgou a informação de que o titular da pasta havia cancelado compromissos no Rio de Janeiro e colocado seu cargo à disposição.
 

A Folha entrou em contato com Sá Leitão, que disse que a informação “não procede”. “Não vou pedir demissão e não cancelei agenda no Rio.”
Poucas horas antes, Sá Leitão havia manifestado uma discordância com Michel Temer devido à publicação da medida provisória 841, que cria o Fundo Nacional de Segurança Pública.
O ministro disse que a medida é “equivocada”, porque seu custeamento se daria com recursos advindos da receita das loterias federais, que também abastecem o Fundo Nacional de Cultura.

Segundo o titular da pasta da Cultura, a área das artes poderia ser afetada pela medida. 
“O percentual, que era de 3%, poderá cair a partir de 2019 para 1% e 0,5%, dependendo do caso”, disse. “Trata-se de uma decisão equivocada, que não tem o apoio do Ministério da Cultura.”
Leia a íntegra da nota enviada pela assessoria de imprensa do órgão.

“1. O ministro Sérgio Sá Leitão não tem a intenção de pedir demissão e vai trabalhar pelo projeto do MinC que, inspirado na Lei Agnelo-Piva, efetivamente destina os recursos de loterias federais que cabem à Cultura para projetos culturais, por meio de seleções públicas de alcance nacional. Sua agenda no Rio nos dias 15, 16 e 18 está mantida.

2. A ressalva apontada na nota anterior diz respeito à eventual redução do volume de recursos disponíveis para a política pública de cultura e à incompreensão histórica, ainda presente em vários segmentos da sociedade, sobre o papel estratégico do setor cultural no combate à criminalidade e à violência e na promoção do desenvolvimento econômico e social do país.

3. Reitera seu respeito e apoio ao presidente Michel Temer e à política de segurança pública do Governo Federal, destacando que a política de cultura tem um papel vital a desempenhar na redução da criminalidade e da violência. Experiências recentes na Colômbia demonstram claramente isso.”

Fonte: Folhapress
 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário