opcoes binarias sem deposito forex trading earnings estrategias opçoes binarias pdf curso protrader webinario metodo pro trader investir forex investir opçoes binarias a noite foto forex trading forex trading regulamentaçao trade invest jundiaí trand opçoes binarias investimentos site de trade facebook opçoes binarias configuração superjack opções binárias qual a melhor plataforma para operar day trade gratuita estrategia soros para opcoes binarias como investir em opçoes puts bova 11 opções binárias m1 quais opçoes de investimento banco do brasil 2000 reais
Home Alagoas MP recomenda ao Governo e Prefeitura que adotem medidas para solucionar rachaduras no Pinheiro

MP recomenda ao Governo e Prefeitura que adotem medidas para solucionar rachaduras no Pinheiro

Por Alagoas Brasil Noticias

 |  

O promotor Antonio Jorge Sodré, Titular da 66ª Promotoria de Justiça da Capital, estabeleceu um prazo de 15 dias para que a Prefeitura de Maceió e o Governo do Estado se posicionem sobre as recomendações feitas pelo Serviço de Geologia do Brasil e o Departamento de Geologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte para solucionar e apontar as causas das rachaduras no bairro do Pinheiro. 

Na portaria, publicada no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (14), o promotor elencou as medidas solicitadas pelos geólogos após a inspeção feito no local tais como o Mapeamento com delimitação integral da área atingida pelo fraturamento; a instalação de uma rede de monitoramento geodésico, montada a partir do mapeamento de toda área atingida pelas fraturas (fissuras), incluindo os poços da Braskem; a instalação de uma rede de monitoramento sismográfico; a realização de um levantamento em detalhe com os métodos geofísicos GPR e eletro-resistividade em áreas anômalas identificadas nos radargramas adquiridos na primeira fase de levantamento de dados; o monitoramento da geometria das cavidades geradas pela exploração de sal, desde os poços mais antigos até os recentemente perfuradas, através de perfissônicos ou método semelhante;  o monitoramento da abertura de fraturas, no maior número possível e de forma mais ampla, contemplando toda área atingida pelas fraturas.  

PUBLICIDADE

De acordo com o Ministério Público, é necessário que o Estado e município façam a contratação de mão de obra qualificada para utilização dos equipamentos indicados pelas entidades para determinação exata das causas dos abalos e monitoramento contínuo da área específica e quiçá de todo Estado de Alagoas.

Mesmo com os estudos realizados em toda área atingida pela fenda, não foi possível apontar as causas dos abalos nem o que estaria provocando as rachaduras nas residência. Alguns imóveis ficaram com estrutura comprometida e precisaram ser desocupados. 

Os moradores cobram, desde o mês de março, uma solução para a situação já que muitos estão fora de suas residências e continuam sem previsão de retorno sem a conclusão dos estudos.

Fonte: Cada minuto

 

PUBLICIDADE


 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário