invest trader coin forex trading in america harrison investimentos day trade forex trading websites in india opções binárias como lucrar é possível operar day trade até às 15h forex trading books best sellers como operar commodities no meta trader prejuizo day trade podem ser compensadas em operações comuns graficos para opções binarias plataforma de investimento trade ativos tecnicas para investir no olymp trade qual melhor moeda binaria para investir como operar noclear trader operações de trade finance ganhe mais investindo em opçoes usar trad viw para operação demo
Home Mundo Trump assina decreto suspendendo separação de famílias de imigrantes

Trump assina decreto suspendendo separação de famílias de imigrantes

Por Alagoas Brasil Noticias
Mulher mexicana carrega o neto no ponto de entrada em Paso Del Norte – HERIKA MARTINEZ / AFP
 
WASHINGTON – O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou nesta quarta-feira um decreto suspendendo a separação de crianças imigrantes de suas famílias que cruzam a fronteira sem documentos. O presidente americano não deu detalhes, mas ressaltou que a política de tolerância zero em relação à imigração continua. Mais cedo, ele havia indicado em entrevista à Fox News que assinaria um decreto determinando que as famílias de imigrantes sem documentos que são detidas pudessem permanecer juntas indefinidamente em centros de detenção, sem que pais e filhos fossem separados.

— Trata-se de manter as famílias juntas e ao mesmo tempo de garantir uma fronteira forte — disse Trump, ao lado da secretária de Segurança Interna, Kirstjen Nielsen, e do vice-presidente Mike Pence.

O presidente americano destacou que os imigrantes que continuarem tentando atravessar a fronteira serão processados porque “é necessário manter a firmeza ou o país vai ser infestado por pessoas, crimes”, valores que os EUA não defendem, sergundo ele.

A decisão foi tomada após imagens de crianças separadas dos pais desencadearem uma avalanche de críticas no país e no exterior e de membros do próprio partido se rebelarem contra a medida. O governo dizia que não tinha outra alternativa, mas diante da pressão recorreu a uma ordem executiva na véspera de a Câmara dos Representantes discutir o problema.

De acordo com o jornal “The New York Times”, a ordem executiva de Trump buscará contornar um acordo judicial mediado pela Suprema Corte em 1997, chamada de Acordo Flores, que proíbe o governo federal de manter crianças em centros de detenção migratórios por mais de 20 dias, mesmo que acompanhadas dos pais.

Fonte: O Globo

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário