opções binárias download gratis corretora de opções binárias de 30 segundos ebook opções binárias operar operação para day trader florex faca dinheiro com opcoes binarias: a estrategia das calendas estrategia rsi mma em opçoes binarias iq option bolt automático para operar opçoes binarias melhores corretoras de opções binárias para traders oq são opções binarias xp investimento simulador trade opções binárias plataformas paga imposto de renda planilha de controle de risco para opções binarias forex trading news feed até que horas posso operear o day trade compare forex trading platforms australia posso operar na olymp trade com conta poupança operando ao vivo opções binarias
Home Brasil Multas de trânsito poderão ser pagas parceladas no cartão de crédito

Multas de trânsito poderão ser pagas parceladas no cartão de crédito

Por Alagoas Brasil Noticias

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou novas regras para o pagamento de infrações por motoristas em situações irregulares. A resolução foi publicada no Diário.

A principal mudança está na permissão das autoridades de trânsito estabelecerem possibilidades de quitação dos débitos com diversas formas de pagamento, inclusive utilizando cartões de forma parcelada.

O parcelamento não ficará restrito a apenas uma multa. Ele poderá ser organizado para mais infrações, em parcelas ou no conjunto dos débitos que um motorista tenha em relação ao seu veículo com um departamento de trânsito. Ao parcelar as infrações, o motorista fica liberado de pendências como a do licenciamento do veículo.

Com o novo sistema, os departamentos estaduais de trânsito (Detrans) poderão contratar empresas para novos meios de pagamento. Em geral, a quitação de multas era realizada por meio de boletos emitidos pelos departamentos.

As operadoras acionadas para intermediar os pagamentos devem ser credenciadas por entidades do Sistema Nacional de Trânsito. O proprietário do cartão deverá ser informado previamente das taxas adicionais cobrados ao optar por esta modalidade. Esses custos ficarão a cargo do motorista, e não dos departamentos de trânsito.

Os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito que optarem por esse método de pagamento terão que repassar informações mensais ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) sobre a arrecadação. Caso essa prestação de contas não seja feita, a entidade poderá sofrer penalidades.

Fonte: Agência Brasil

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário