Home » Trump diz que espera ter 2ª reunião com Putin; russo denuncia ‘forças’ que prejudicam relações bilaterais

Trump diz que espera ter 2ª reunião com Putin; russo denuncia ‘forças’ que prejudicam relações bilaterais

Por Alagoas Brasil Noticias

O presidente americano Donald Trump afirmou nesta quinta-feira (19) que espera ter uma segunda reunião com Vladimir Putin. O presidente russo, por sua vez, denunciou em Moscou “forças” presentes nos Estados Unidos dispostas a prejudicar a relação entre os dois países.

“A cúpula com a Rússia foi um grande sucesso, exceto pela real inimiga das pessoas, a mídia das notícias falsas. Espero pela nossa segunda reunião para que possamos começar a implementar algumas das muitas coisas discutidas”, disse Trump pelo Twitter.

Em um discurso a embaixadores da Rússia reunidos em Moscou, Putin denunciou nesta quinta que há “forças” nos Estados Unidos “prontas para sacrificar as relações russo-americanas”, dois dias depois da cúpula em Helsinque com seu colega Donald Trump.
 

“Nós vemos que há forças nos Estados Unidos que estão prontas para, facilmente, sacrificar as relações russo-americanas em suas ambições”, declarou.

O presidente russo disse que seria inocente esperar que problemas de anos fossem resolvidos no espaço de algumas horas, mas que o caminho para melhorar os laços bilaterais havia começado.

Declarações pós-reunião

O presidente americano tem sido criticado pela maneira como vem se expressando sobre o assunto desde que concedeu uma entrevista coletiva conjunta com Putin na segunda-feira, após um encontro privado em Helsinque, na Finlândia.

Na ocasião, ele disse que não acreditava que a Rússia tinha interferido nas eleições americanas de 2016 e que confiava na palavra de Putin, contrariando as indicações das agências de inteligência dos Estados Unidos, que inclusive apontam que russos continuam tentando influenciar a política americana e podem tentar novos ataques nas eleições legislativas deste ano.

As declarações foram muito mal recebidas pela imprensa e até mesmo por aliados de Trump no Partido Republicano, que as consideraram “inaceitáveis”.

PUBLICIDADE

Na terça, em uma conversa com jornalistas na Casa Branca, o presidente americano afirmou que tinha se expressado mal e que, na verdade, queria dizer que “não tinha porque a Rússia não ser culpada”.

Ele também garantiu que aceitava as conclusões das agências de inteligência e acreditava na interferência russa nas eleições, embora o resultado final não tenha sido influenciado.

Nesta quarta disse que considera Putin pessoalmente responsávelpelas tentativas russas de interferir nas eleições presidenciais dos EUA em 2016.

Fonte: Por G1 Mundo

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário